O apoio téc­ni­co às as­so­ci­a­ções exis­te mes­mo?

Jornal de Economia & Financas - - Destaque -

Em­bo­ra se pre­ten­da mais vi­gor e acu­ti­lân­cia, há von­ta­de de se ve­lar pe­los no­bres in­te­res­ses dos con­su­mi­do­res. As as­so­ci­a­ções já co­nhe­ci­das, pon­ti­fi­can­do-se o Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal dos Con­su­mi­do­res, na sua qua­li­da­de de ins­ti­tui­ção pú­bli­ca cu­jo es­co­po é a pro­mo­ção da po­lí­ti­ca de sal­va­guar­da dos di­rei­tos dos con­su­mi­do­res, bem co­mo co­or­de­nar e exer­cu­tar as me­di­das ten­den­tes à sua pro­tec­ção, in­for­ma­ção e edu­ca­ção e de apoio às or­ga­ni­za­ções de con­su­mo de­ve efectivame­nte, exer­cer as su­as obri­ga­ções. Mas, ver­da­de se­ja di­ta e es­tan­do or­ça­men­ta­do, é im­por­tan­te que os apoi­os téc­ni­cos e fi­nan­cei­ros, es­tan­do a ser re­a­li­za­dos, aju­dem no seu for­ta­le­ci­men­to. Diz- se que es­te apoio, na or­dem de kz 90 mi­lhões/ano, por par­te da en­ti­da­de com­pe­ten­te, não sai do “pa­pel”. Se­rá mes­mo...

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.