Te­ch­nipFMC ga­nha con­tra­to da BP An­go­la em águas pro­fun­das

O con­tra­to va­le en­tre 75 mi­lhões e 250 mi­lhões de dó­la­res e abran­ge a fa­bri­ca­ção, en­tre­ga e ins­ta­la­ção do equi­pa­men­to sub­ma­ri­no e um co­lec­tor de pro­du­ção

Jornal Economia and Finanças - - MERCADO - Ar­man­do Es­tre­la

OTe­ch­nipFMC as­se­gu­rou da BP An­go­la um con­tra­to in­te­gra­do sig­ni­fi­ca­ti­vo de en­ge­nha­ria, aqui­si­ção, cons­tru­ção e ins­ta­la­ção in­te­gra­das (iEPCI), pa­ra de­sen­vol­vi­men­to do cam­po de Pla­ti­na, lo­ca­li­za­do no Blo­co 18, em águas pro­fun­das, que va­ri­am de 1.200 a 1.500 me­tros.

O con­tra­to va­le en­tre 75 e 250 mi­lhões de dó­la­res e abran­ge a fa­bri­ca­ção, en­tre­ga e ins­ta­la­ção do equi­pa­men­to sub­ma­ri­no, in­cluin­do “ár­vo­res” sub­ma­ri­nas, um co­lec­tor de pro­du­ção com sis­te­mas de con­tro­lo e co­ne­xão sub­ma­ri­nos as­so­ci­a­dos. O con­tra­to tam­bém co­bri­rá o pro­jec­to e a ins­ta­la­ção de duc­tos rí­gi­dos, um­bi­li­cais e “jum­pers” fle­xí­veis.

O cam­po de Pla­ti­na foi des­co­ber­to em 1999 e é pla­ne­a­do co­mo uma co­ne­xão sub­ma­ri­na à em­bar­ca­ção flu­tu­an­te de pro­du­ção, ar­ma­ze­na­men­to e des­car­ga (FPSO) do Gre­a­ter Plu­tó­nio. Pla­ti­na é o pró­xi­mo cam­po pro­gra­ma­do pa­ra de­sen­vol­vi­men­to no de­sen­vol­vi­men­to do Gran­de Plu­tó­nio, no li­to­ral an­go­la­no, de acor­do com o si­te da BP.

A em­pre­sa ob­ser­va que cin­co cam­pos - Co­bal­to, Plu­tó­nio, Pa­lá­dio, Crô­mio e Gá­lio - es­tão on­li­ne no Gre­a­ter Plu­to­nio des­de 2007. A BP e a So­nan­gol Si­no­pec In­ter­na­ti­o­nal (SSI) pos­su­em uma par­ti­ci­pa­ção de 46 por cen­to nas cin­co mil mi­lhas qua­dra­das. A So­nan­gol P&P de­tém os res­tan­tes oi­to por cen­to de par­ti­ci­pa­ção.

O pre­si­den­te sub­ma­ri­no do Te­ch­nipFMC, Ar­naud Pi­e­ton, já se ma­ni­fes­tou “mui­to sa­tis­fei­tos”, por a em­pre­sa ter si­do se­lec­ci­o­na­da pe­la BP “pa­ra es­te im­por­tan­te de­sen­vol­vi­men­to em águas pro­fun­das na Cos­ta de An­go­la” e su­bli­nha que es­tão

“com­pro­me­ti­dos com a BP e com o apoio à in­dús­tria de pe­tró­leo e gás an­go­la­na”.

Ar­naud Pi­e­ton acres­cen­tou que “es­te iEPCI se­gue o tra­ba­lho de en­ge­nha­ria, aqui­si­ção, cons­tru­ção e ins­ta­la­ção in­te­gra­das e uti­li­za­rá nos­sos ac­ti­vos lo­cais, co­mo nos­sa ba­se de ser­vi­ços em Lu­an­da e nos­sa fá­bri­ca um­bi­li­cal no Lo­bi­to”.

Em Ja­nei­ro des­te ano, o Te­ch­nipFMC re­a­fir­mou o cro­no­gra­ma pa­ra a sua di­vi­são pla­ne­a­da em du­as en­ti­da­des di­ver­si­fi­ca­das e se­pa­ra­das. An­tes, em Ou­tu­bro do ano pas­sa­do, a em­pre­sa ga­ran­tiu um con­tra­to sub­ma­ri­no sig­ni­fi­ca­ti­vo pa­ra o de­sen­vol­vi­men­to da tu­bu­la­ção “Nam Con Son 2 Fa­se 2”, na ba­cia de Nam Con Son e na ba­cia de Cuu Long, no Vi­et­na­me.

Em De­zem­bro de 2018, a BP e a So­nan­gol as­si­na­ram um acor­do, pa­ra avan­çar no de­sen­vol­vi­men­to do cam­po de Pla­ti­na, atra­vés da to­ma­da de uma de­ci­são fi­nal de in­ves­ti­men­to (FID).

DR

O cam­po Pla­ti­na foi des­co­ber­to em 1999 e é pla­ne­a­do co­mo uma co­ne­xão à em­bar­ca­ção flu­tu­an­te de pro­du­ção, ar­ma­ze­na­men­to e des­car­ga do Plu­tó­nio

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.