DI­AS DI­FÍ­CEIS VI­RÃO?...

Jornal Economia and Finanças - - DESTAQUE -

fu­ba e cou­ve pa­ra con­fec­ci­o­nar a úni­ca re­fei­ção do dia e “en­ga­nar o estô­ma­go”. De­bi­li­ta­da, con­ta que não sa­be on­de re­cor­rer pa­ra con­se­guir ali­men­tos pa­ra aguen­tar o tempo da qua­ren­te­na. Adi­vi­nha-se di­as di­fí­ceis pa­ra a se­nho­ra de meia ida­de. Des­con­traí­da, ob­ser­va as lon­gas fi­las de pes­so­as ávi­das em comprar comida pa­ra a odis­seia. Ca­ro­li­na Faria sai den­tro de uma lo­ja no Ca­lem­ba 2, com uni­da­des de ar­roz, fu­ba, mas­sa e óleo ve­ge­tal, es­ban­ja um sor­ri­so. Con­ta que pa­gou 35 mil kwan­zas no to­tal.

Diz que foi di­fí­cil con­se­guir, de­vi­do a lon­ga fi­la, pois saiu de ca­sa de ma­nhã e só às 14 ho­ras con­se­guiu comprar a comida. Ain­da as­sim, es­tá du­vi­do­sa que as quan­ti­da­des re­sol­vam o seu pro­ble­ma. Ela tem de di­vi­dir o que ad­qui­riu com os pais e ir­mãos de­sem­pre­ga­dos.

O sol não bri­lhou da mes­ma for­ma pa­ra Ber­nar­do Fran­co que com­prou em re­ta­lhos por in­ca­pa­ci­da­de fi­nan­cei­ra. Bar­ros Fer­rão, ao vo­lan­te de uma car­ri­nha com­prou o su­fi­ci­en­te e pa­gou mais de cem mil kwan­zas. As­sim vão os úl­ti­mos tem­pos com os ar­ma­zéns e lo­jas a re­gis­ta­rem en­chen­tes. Enquanto uns vão pre­pa­ran­do-se, ou­tros vão olhan­do e min­guan­do por um qui­lo de fu­ba, mas pa­re­ce que o tempo es­tá em seu des­fa­vor.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.