“O TP é ad­ver­sá­rio de pe­so”

Jornal dos Desportos - - FUTEBOL - PAU­LO CACULO

O téc­ni­co ad­jun­to do 1º de Agos­to, Ivo Tra­ça, ad­mi­te que o jo­go fren­te ao TP Ma­zem­be da RDC vai ser di­fí­cil, mas não afas­ta o ob­jec­ti­vo do gru­po, em ma­te­ri­a­li­zar o so­nho de dis­pu­tar a fi­nal da Li­ga dos Cam­peões Afri­ca­nos.

"Pre­vía­mos que o TP se­ria o nos­so ad­ver­sá­rio des­tes quar­tos-de-fi­nal. Es­ta­mos sa­tis­fei­tos, por du­as ques­tões mui­to sim­ples: pri­mei­ro, pe­lo fac­to da pro­xi­mi­da­de ge­o­grá­fi­ca, já que não te­re­mos de en­fren­tar lon­gas vi­a­gens, e, por ou­tro, pe­lo as­pec­to des­por­ti­vo, por­que te­mos o fu­te­bol com as mes­mas ca­rac­te­rís­ti­cas", ava­li­ou.

"É mais fá­cil jo­gar com uma equi­pa do Con­go De­mo­crá­ti­co do que do Ma­greb, já que es­tas são mui­to fri­as. Sa­be­mos que a equi­pa do TP Ma­zem­be é mui­to for­te, po­de­ro­sa e tem gran­des exe­cu­tan­tes. Me­re­ce to­do o nos­so res­pei­to, por­que já ga­nhou a Li­ga dos Cam­peões", sa­li­en­tou.

O nos­so in­ter­lo­cu­tor des­ta­cou que " o 1º de Agos­to, de­pois de che­gar aos quar­tos de fi­nal, es­pe­ra al­can­çar pa­ta­ma­res mais al­tos, que é che­gar mais lon­ge.

E qu­an­do di­go che­gar o mais lon­ge pos­sí­vel é acre­di­tar jo­go a jo­go e ten­tar pas­sar, pa­ra che­gar­mos à fi­nal", acres­cen­tou.

O im­por­tan­te é es­tar­mos con­cen­tra­dos e sa­ber­mos o que pre­ten­de­mos da nos­sa equi­pa nes­ta eli­mi­na­tó­ria.

“Qu­an­do é pa­ra de­ci­dir uma eli­mi­na­tó­ria, é bom sem­pre jo­gar em ca­sa, mas sor­teio é sor­teio e só nos res­ta jo­gar. O im­por­tan­te é es­tar­mos con­cen­tra­dos e sa­ber­mos o que pre­ten­de­mos da nos­sa equi­pa nes­ta eli­mi­na­tó­ria”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.