Pés­si­ma qua­li­da­de pin­ta o apu­ra­men­to

As­pec­tos téc­ni­cos e tác­ti­cos das equi­pas dei­xam tris­te trei­na­dor Al­ber­to Bum­ba

Jornal dos Desportos - - MODALIDADES - GAUDÊNCIO HAMELAY | - LU­BAN­GO

Aqua­li­da­de do basquetebol das equi­pas par­ti­ci­pan­tes do cam­pe­o­na­to de apu­ra­men­to ao Uni­tel Bas­ket 2018-2019, que ter­mi­na ho­je no Lu­ban­go, é "mui­to pés­si­ma". As di­rec­ções de clu­bes e as equi­pas téc­ni­cas são acon­se­lha­das a tra­ba­lhar mais nos as­pec­tos tác­ti­cos e téc­ni­cos. A apre­ci­a­ção é de Al­ber­to Bum­ba, trei­na­dor do Clu­be de For­ma­ção Desportiva Kwan­za de Lu­an­da. Em de­cla­ra­ções ao

Al­ber­to Bum­ba acon­se­lha os co­le­gas de pro­fis­são a pres­ta­rem mais aten­ção aos es­ca­lões de for­ma­ção. A tí­tu­lo de exem­plo, ci­tou a sua equi­pa que tra­ba­lha há no­ve me­ses na des­co­ber­ta de ta­len­tos para o basquetebol na­ci­o­nal.

"Com ex­cep­ção da mi­nha equi­pa (Sub-23) e a Ca­sa Pes­so­al do Por­to do Lo­bi­to, os clu­bes apre­sen­tam as­pec­tos téc­ni­cos e tác­ti­cos pés­si­mos, um basquetebol mui­to po­bre. Te­mos de tra­ba­lhar mui­to na téc­ni­ca in­di­vi­du­al dos atle­tas com re­pe­ti­ções nos ges­tos", dis­se.

O trei­na­dor do Clu­be de For­ma­ção Desportiva Kwan­za de Lu­an­da sus­ten­ta que as cor­rec­ções nos es­ca­lões aci­ma de Sub18 exi­gem do trei­na­dor "mui­ta pa­ci­ên­cia e ab­ne­ga­ção do atle­ta", pois, "os fun­da­men­tos es­tão fir­ma­dos no es­ti­lo pes­so­al".

"O que cons­ta­ta­mos aqui é mui­to mau para um atle­ta de 24 anos de ida­de e do nos­so basquetebol. Há mui­tas de­bi­li­da­des", re­fe­riu.

Bum­ba dis­se que a equi­pa a ser apu­ra­da para Uni­tel Bas­ket não tem as con­di­ções para en­fren­tar as "po­de­ro­sas" do país.

"Sou sin­ce­ro. Nem a mi­nha equi­pa es­tá pron­ta para o Uni­tel Bas­ket. O nos­so ob­jec­ti­vo é mos­trar bom basquetebol nos jo­gos com Petro de Lu­an­da ou 1º de Agos­to. Es­ta­mos mui­to abai­xo para equi­li­brar­mos os jo­gos com as equi­pas po­de­ro­sas", re­co­nhe­ceu.

"Com ex­cep­ção da mi­nha equi­pa (Sub23) e a CPPL, os clu­bes apre­sen­tam as­pec­tos téc­ni­cos e tác­ti­cos pés­si­mos”

O trei­na­dor re­ve­lou que o Kwan­za de Lu­an­da tem co­mo ob­jec­to so­ci­al a for­ma­ção de atle­tas e in­se­ri-los nos gran­des clu­bes an­go­la­nos. Re­co­lhem atle­tas com ida­des de se­ni­o­res sem es­pa­ço en­tre os gran­des e sub­me­tem-nos a um tra­ba­lho atu­ra­do de cor­rec­ção de tác­ti­ca in­di­vi­du­al.

"O nos­so tra­ba­lho é for­mar atle­tas ta­len­to­sos para o basquetebol e ce­de­mo-los às equi­pas in­te­res­sa­das", su­bli­nhou.

O Clu­be de For­ma­ção Desportiva do Kwan­za de Lu­an­da (CFDK) exis­te há dois anos e só tra­ba­lha com os es­ca­lões de for­ma­ção. Ac­tu­al­men­te, mo­vi­men­ta 200 pra­ti­can­tes nos es­ca­lões de mi­ni -basquetebol, ini­ci­a­dos, ca­de­te e jú­ni­or; pos­sui uma equi­pa fe­mi­ni­na de Sub-15.

Fu­tu­ro do basquetebol es­tá mui­to tre­mi­do no país

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.