Show:

Jornal dos Desportos - - FUTEBOL -

Sem­pre ha­bi­tu­ou-nos a exi­bi­ções de gran­de ní­vel. Boa qua­li­da­de téc­ni­ca, gran­de ca­pa­ci­da­de fí­si­ca. Quer de­fen­si­va co­mo ofen­si­va­men­te jo­gou o su­fi­ci­en­te pa­ra ser o mo­tor da equi­pa. Foi pra­ti­ca­men­te a me­lhor uni­da­de do com­bi­na­do na­ci­o­nal.

Sem­pre igual à si mes­mo. Há quem di­ga que es­te ra­paz, não sa­be jo­gar e, pro­voo on­tem no jo­go di­an­te do Botswa­na. Re­cu­pe­rou e cons­truiu tal co­mo o seu co­le­ga de equi­pa Show que, no en­tan­to, con­ve­nha­mos, es­te­ve a fu­ros aci­ma.

Foi uma au­tên­ti­ca mu­le­ta pa­ra Gel­son Da­la. Jo­gou o su­fi­ci­en­te pa­ra ga­ran­tir per­so­na­li­da­de ao jo­go ofen­si­vo de An­go­la. Pe­lo es­for­ço em­pre­en­di­do, aca­bou es­go­ta­do e foi subs­ti­tuí­do aos 83’ dan­do lu­gar à Vá

Jo­gou en­quan­to po­de. A fra­ca dis­po­ni­bi­li­da­de fí­si­ca li­mi­tou-lhe a pro­du­ção. Na pri­mei­ra par­te, ten­tou em al­gu­mas oca­siões co­man­dar o jo­go ofen­si­vo dos Pa­lan­cas Ne­gras mas, qua­se sem­pre clau­di­cou. Foi subs­ti­tuí­do aos 79’ en­tran­do pa­ra o seu lu­gar o jo­vem Má­rio.

O ca­pi­tão dos Pa­lan­cas Ne­gras não es­te­ve mui­to bem. Ten­tou em al­guns lan­ces fa­zer me­lhor mas, o fra­co po­der de ima­gi­na­ção e a apa­tia de­mons­tra­da quar­tou os in­ten­tos e o mui­to que de­le se es­pe­ra­va.

Gel­son Da­la: Foi o au­tor do go­lo de An­go­la aos 29’. Mais do que is­so, de­mons­trou bom po­si­ci­o­na­men­to e uma cul­tu­ra tác­ti­ca adul­ta. Ten­tou em al­guns lan­ces re­mar con­tra a ma­ré mas, na se­gun­da par­te es­te mal apoi­a­do, quer por Fred, co­mo por Ma­teus Ga­li­a­no

En­trou aos 71’ a subs­ti­tuir o im­pro­du­ti­vo Ma­teus Ga­li­a­no. Pou­co ou na­da fez ape­sar da ova­ção que ti­nha do pú­bli­co. Pe­lo tem­po que es­te­ve em cam­po, es­pe­ra­va-se mais de­le, prin­ci­pal­men­te pa­ra a me­lho­ria do jo­go ofen­si­vo de An­go­la, nu­ma al­tu­ra em que os Tsu­a­ne­ses co­man­da­vam as ope­ra­ções.

O "ga­ro­to" es­trei­ou-se na se­lec­ção prin­ci­pal. En­trou ner­vo­so. Subs­ti­tuiu aos 79’, Djal­ma. Cum­priu. Na­tu­ral­men­te al­gum ner­vo­sis­mo to­mou con­ta de­le mas, con­se­guiu tra­zer al­gu­ma es­ta­bi­li­da­de a ní­vel do meio-cam­po. A in­su­fi­ci­ên­cia ape­nas foi no trans­por­te rá­pi­do do jo­go ofen­si­vo de trás pa­ra fren­te. Es­treia aus­pi­ci­o­sa.

Jo­gou pou­co. En­trou aos 83’ a subs­ti­tuir Fred. Tão pou­co que não foi im­pos­sí­vel ava­liá-lo po­rém, com gran­de de­ter­mi­na­ção.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.