PRO­CU­RAM DE­FI­NI­ÇÃO DE LU­GA­RES EM ABU DHABI

GP dos Emi­ra­dos Ára­bes Uni­dos acon­te­ce ama­nhã e pro­me­te des­pi­que re­nhi­do

Jornal dos Desportos - - PORTADA - AL­TI­NO VI­EI­RA DI­AS DR

Ao­dis­seia da Fór­mu­la 1 che­ga ao fim ama­nhã, pois vai se fa­zer a úl­ti­ma e du­ra vi­a­gem car­re­ga­da de ac­ção até ao “mun­do das pis­tas”, on­de uma fa­lha po­de ser fa­tal, on­de ven­cer não é tu­do mas per­der é na­da. O pal­co já es­tá re­co­nhe­ci­do, se­rá em Abu Dhabi, em Yas Is­land, nos Emi­ra­dos Ára­bes Uni­dos, na Ásia no Mé­dio Ori­en­te.

Os pilotos com mais vi­tó­ri­as em Abu Dhabi são o ale­mão Se­bas­ti­an Vet­tel e o in­glês Lewis Ha­mil­ton, os fin­lan­de­ses Ki­mi Raik­ko­nen e Valt­te­ri Bot­tas tam­bém têm o seu no­me ins­cri­to nos anéis de Dhabi.

O úl­ti­mo ven­ce­dor do Gran­de Pré­mio de Abu Dhabi foi o fin­lan­dês Valt­te­ri Bot­tas. Pe­lo que tu­do in­di­ca, es­te se­rá mes­mo um ano crí­ti­co pa­ra o fin­lan­dês, pois pa­re­ce que vai mes­mo ter­mi­nar o cam­pe­o­na­to sem ne­nhu­ma vi­tó­ria. O fin­lan­dês não so­be ao pó­dio há vá­ri­os gran­des pré­mi­os e, di­fe­ren­te do ano pas­sa­do on­de fi­cou na ter­cei­ra po­si­ção, es­te ano cor­re o ris­co de nem lá che­gar. Raik­ko­nen es­tá mui­to em­pol­ga­do e tu­do fa­rá pa­ra ocu­par o ter­cei­ro lu­gar na clas­si­fi­ca­ção do mun­di­al de pilotos.

Não foi por aca­so que con­se­guiu su­bir ao pó­dio nas três úl­ti­mas cor­ri­das (Es­ta­dos Uni­dos da Amé­ri­ca, México e Bra­sil) e par­ti­rá pa­ra “Abu” a to­do o gás. Nas cor­ri­das pas­sa­das, as­sis­ti­mos os Red Bull num rit­mo de cor­ri­da in­crí­vel, de­pois de te­rem ven­ci­do o Gran­de Pré­mio do México, che­ga­ram no GP do Bra­sil a to­do o va­por.

No ar­ran­que, Vers­tap­pen su­pe­rou Se­bas­ti­an Vet­tel e Valt­te­ri Bot­tas e foi ao en­cal­ço do lí­der da cor­ri­da e cam­peão da ac­tu­al tem­po­ra­da de Fór­mu­la 1, Lewis Ha­mil­ton.

No de­cor­rer da cor­ri­da, a “tor­ci­da” as­sis­tia da ar­qui­ban­ca­da e não acre­di­ta­va no que via, Vers­tap­pen ul­tra­pas­sou de ma­nei­ra in­crí­vel Ha­mil­ton, que não te­ve ca­pa­ci­da­de de res­pos­ta pe­ran­te um Max en­di­a­bra­do. A ale­gria do pi­lo­to ho­lan­dês não du­rou até ao fim, pois nas vol­tas fi­nais Ha­mil­ton her­dou a li­de­ran­ça num in­crí­vel gol­pe de sor­te, de­pois de Vers­tap­pen so­frer um to­que do fran­cês Es­te­ban Ocon da For­ce In­dia.

Os crí­ti­cos no ge­ral (adeptos que não têm pilotos de­fi­ni­dos, adeptos do aca­so) afir­mam que Ocon é um pro­jec­to da Mer­ce­des, que o que fez a Vers­tap­pen po­de ser pre­me­di­ta­do. Di­zem que Es­te­ban Ocon é um dos for­tes can­di­da­tos a ocu­par um lu­gar na Mer­ce­des em 2020 e tu­do po­de fa­zer pa­ra agra­dar a sua fu­tu­ra equi­pa.

A cor­ri­da de Abu Dhabi vai ser re­a­li­za­da em Yas Is­land nes­te do­min­go, 25 de Novembro. Al­guns fãs já prog­nos­ti­cam quem vão ser os pilotos can­di­da­tos à vi­tó­ria. En­tre eles, cons­tam no­mes co­mo Ha­mil­ton, Vers­tap­pen, Ric­ci­ar­do e Vet­tel.

Não nos es­que­ça­mos que es­ta­mos a fa­lar do mun­do da al­ta ve­lo­ci­da­de, en­tão, po­de­mos afir­mar que os pos­sí­veis fa­vo­ri­tos po­dem per­der a par­ti­da de­vi­do aos inú­me­ros im­pre­vis­tos de cor­ri­da.

Se­rá que a Fer­ra­ri e os seus pilotos Se­bas­ti­an Vet­tel e Ki­mi Raik­ko­nen irão con­se­guir a sua pri­mei­ra vi­tó­ria em Abu Dhabi? Olha que es­ta se­rá a sua no­na ten­ta­ti­va de ten­tar ven­cer em nes­ta cidade. Pa­ra os fãs da Red Bull, lá se foi a te­o­ria de que os Mer­ce­des e Fer­ra­ris são os car­ros a aba­ter, is­to foi de­mons­tra­do no Gran­des Pré­mi­os do México e do Bra­sil. Com mui­ta exi­gên­cia fí­si­ca pa­ra os pilotos, um per­cur­so de 5.554 km, 20 cur­vas, 55 vol­tas, va­mos fi­car bem de­fron­te à te­la, pa­ra ter­mos a oportunidade de as­sis­tir o úl­ti­mo ron­car dos mo­to­res, ul­tra­pas­sa­gens es­pec­ta­cu­la­res e mu­dan­ças de­fi­ni­ti­vas de lu­ga­res no cam­pe­o­na­to.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.