Ser Mãe

AMAMENTAÇíO

-

Várias pessoas acreditam ser muito fácil amamentar e que a maior preocupaçã­o deve ser apenas se terá ou não leite suficiente para alimentar o bebê. Amamentar antes de qualquer coisa é um ato de amor, onde além de alimentar o seu bebê com os nutrientes de que ele necessita você fortalece a relação de amor com ele. Se para o bebê a amamentaçã­o faz bem, para a mãe é excelente, pois diminui o risco de depressão pós- parto e de estresse, além do útero voltar ao tamanho normal com maior rapidez. O essencial para amamentar seu bebê é paciência e tranqüilid­ade, porque não é sempre que tudo dá certo logo no começo. Você deve ter em mente que o bebê “treinou” chupando o dedo dentro da barriga, mas ainda não sabe exatamente o que fazer, por outro lado, você também não sabe como agir. Muitas vezes

achamos que não seremos capazes de amamentar e conseguir alimentar o bebê somente com o leite, mas saiba que até uma mulher desnutrida é capaz de produzir leite suficiente. Quanto à produção de leite, cada vez que o bebê suga, estimula as terminaçõe­s nervosas do mamilo, levando o corpo a produzir mais prolactina, hormônio que dá sinal verde para a produção de leite em grande quantidade, em geral, cerca de 72 horas após o parto. O hormônio atua depois da mamada e produz leite para a próxima. Durante o período da amamentaçã­o é imprescind­ível tomar muito líquido, pois é muito importante a mãe estar bem hidratada para que haja uma boa produção de leite sem prejuízo do seu volume e qualidade. Um dos mitos que mais assombram as mães é a secagem do leite. Muitas mulheres pensam que a produção do leite diminui facilmente, o que não é verdade. Isso só acontece se a amamentaçã­o for feita de forma incorreta. Quanto mais o bebê sugar, mais leite será produzido, portanto, o importante é não tomar atitudes precipitad­as apenas por pensar que não tem mais leite e deixar de amamentar. O ideal é a que a mãe procure auxílio de pessoas ou organizaçõ­es que incentivam a amamentaçã­o. Assim evitará a falsa secagem do leite que pode trazer a verdadeira secagem pela introdução precoce de leites artificiai­s.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola