Es­pe­ci­al­men­te pa­ra vo­cê

Mo­re­na, loi­ra ou rui­va: as so­lu­ções pa­ra cui­dar da sua cor es­tão aqui

200 Cortes de Cabelo - - Índice - Tex­to: YARA LOMBARDI/COLABORADORA De­sign: AMANDA MAR­QUES/COLABORADORA Con­sul­to­ria: Jo­si Ri­bei­ro, hairsty­list e co­lo­ris­ta do sa­lão C. Ka­mu­ra, de Cam­pi­nas (SP) Foto: Shut­ters­tock Images

U ma das van­ta­gens em ter ca­be­los bem cui­da­dos é que é pos­sí­vel mu­dar a cor e o es­ti­lo de­les com frequên­cia. Por is­so, a aten­ção pré e pós-co­lo­ra­ção é im­por­tan­te, já que ga­ran­te fi­os sem­pre sau­dá­veis se­ja qual for es­ti­lo que vo­cê es­co­lha!

Pa­ra as mo­re­nas

Es­sa co­lo­ra­ção pre­ci­sa de uma ma­nu­ten­ção es­pe­cí­fi­ca, já que pe­sa mais na fi­si­o­no­mia. “Pa­ra o cas­ta­nho mais es­cu­ro, deve-se fa­zer um tra­ta­men­to pa­ra re­a­vi­var a cor e evi­tar que des­bo­te com fa­ci­li­da­de”, ex­pli­ca Jo­si Ri­bei­ro, hairsty­list e co­lo­ris­ta do sa­lão C. Ka­mu­ra. A pro­fis­si­o­nal ain­da in­di­ca que, pa­ra os tons mais cla­ros, é ne­ces­sá­rio fa­zer tra­ta­men­tos pa­ra re­cons­truir os ca­be­los e dar bri­lho, o cha­ma­do “efei­to gloss”.

Pa­ra as loi­ras

Os loi­ros, prin­ci­pal­men­te os des­co­lo­ri­dos, são fi­os mais sen­si­bi­li­za­dos e pre­ci­sam de cui­da­dos es­pe­cí­fi­cos pa­ra se man­te­rem sau­dá­veis. “O ní­vel de oxi­da­ção usa­do pa­ra che­gar aos tons de loi­ro é al­to e is­so fra­gi­li­za os ca­be­los”, pon­tua Jo­si. Os tra­ta­men­tos mais in­di­ca­dos nes­ses ca­sos são a cau­te­ri­za­ção e re­cons­tru­ção pro­fun­da dos ca­be­los, prin­ci­pal­men­te pa­ra mu­lhe­res de fi­os pla­ti­na­dos. Es­ses tra­ta­men­tos re­cu­pe­ram as ma­dei­xas e de­vol­vem nu­tri­en­tes e ami­noá­ci­dos pre­sen­tes na fi­bra ca­pi­lar. “É ne­ces­sá­rio tam­bém ter uma li­nha de ma­nu­ten­ção de boa qua­li­da­de em ca­sa, que tra­te e nu­tra di­a­ri­a­men­te os ca­be­los”, in­di­ca a pro­fis­si­o­nal.

Pa­ra as rui­vas

Es­se cos­tu­ma ser o ti­po de trans­for­ma­ção mais ou­sa­do nas mu­lhe­res, já que o ca­be­lo rui­vo pos­sui o pig­men­to vi­o­le­ta e a du­ra­bi­li­da­de de­le é me­nor por ser uma cor mui­to in­ten­sa. Além da ma­nu­ten­ção em ca­sa com pro­du­tos pró­pri­os pa­ra o ca­be­lo aver­me­lha­do, a co­lo­ra­ção tam­bém deve ser fei­ta com uma li­nha e pro­fis­si­o­nal de con­fi­an­ça. “É im­por­tan­te que os pro­du­tos te­nham a pre­sen­ça de vi­ta­mi­na E, que pos­su­em ra­di­cais li­vres e aju­dam a pro­te­ger os fi­os con­tra o des­bo­ta­men­to e en­ve­lhe­ci­men­to”, exem­pli­fi­ca a co­lo­ris­ta.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.