Agora

Coordenado­r defende as gravações

- (FSP)

Em discurso em frente à sede da Justiça Federal de Curitiba, o coordenado­r da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol, disse que as gravações telefônica­s que envolvem o ex-presidente Lula e a presidente Dilma mostram “a extensão do abuso de poder” e evidenciam uma “guerra desleal travada nas sombras”.

“As tentativas de amedrontar policiais federais, auditores da Receita Federal, procurador­es da República e o juiz federal Sergio Moro devem ser repudiadas”, disse.

Ele defendeu a legalidade das escutas, afirmando que elas foram autorizada­s pelo juízo 13ª vara da Justiça Federal. Ao final do discurso, a pequena multidão que estava assistindo no local repetia gritos de “justiça” e “Sergio Moro”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil