Sai­ba ga­ran­tir no INSS a no­va apo­sen­ta­do­ria au­to­má­ti­ca

Des­de maio, ins­ti­tu­to não agen­da mais o be­ne­fí­cio por ida­de, que só é pe­di­do pe­lo 135 ou pe­la in­ter­net

Agora - - Grana - Cris­ti­a­ne ger­ci­na

Des­de 21 de maio, qu­an­do o INSS (Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal do Se­gu­ro So­ci­al) im­plan­tou os be­ne­fí­ci­os au­to­má­ti­cos, qu­em pe­de a apo­sen­ta­do­ria por ida­de não pre­ci­sa mais ir até uma agên­cia do ins­ti­tu­to.

A ideia é que a con­ces­são saia na ho­ra ca­so o se­gu­ra­do es­te­ja com a pa­pe­la­da em dia. O pro­ble­ma é que nem sem­pre is­so ocor­re. As fa­lhas no ca­das­tro do INSS são co­muns e as ne­ga­ti­vas su­pe­ram os nú­me­ros de li­be­ra­ção.

Se­gun­do o ins­ti­tu­to, des­de a im­plan­ta­ção, fo­ram fei­tos 228 mil re­que­ri­men­tos de apo­sen­ta­do­ria por ida­de, sem ne­ces­si­da­de de agen­da­men­to. Des­se to­tal, fo­ram con­ce­di­dos 39.341 be­ne­fí­ci­os por ida­de no país.

No es­ta­do de São Pau­lo, o to­tal de pe­di­dos au­to­má­ti­cos des­se be­ne­fí­cio foi de 63.643 no pe­río­do. Fo­ram con­ce­di­das 12.962 apo­sen­ta­do­ri­as por ida­de sem agen­da­men­to. A mai­o­ria das apo­sen­ta­do­ri­as por tem­po de con­tri­bui­ção são con­ce­di­das após a vi­si­ta do se­gu­ra­do a uma agên­cia do INSS.

O ad­vo­ga­do Ro­ber­to de Car­va­lho San­tos, do Ie­prev (Ins­ti­tu­to de Es­tu­dos Pre­vi­den­ciá­ri­os), lem­bra que o se­gu­ra­do de­ve es­tar com o Cnis (Ca­das­tro Na­ci­o­nal de In­for­ma­ções So­ci­ais) em dia pa­ra con­se­guir ser be­ne­fi­ci­a­do pe­la con­ces­são au­to­má­ti­ca.

Se hou­ver ne­ga­ti­va, há al­guns ca­mi­nhos pa­ra ga­ran­tir a ren­da men­sal. “Se não foi con­ce­di­do, o INSS vai ter que res­pon­der o mo­ti­vo. Após a res­pos­ta, o se­gu­ra­do tem 30 di­as pa­ra en­trar com um re­cur­so”, diz o es­pe­ci­a­lis­ta.

Ou­tra pos­si­bi­li­da­de, diz San­tos, é ir di­re­to ao Ju­di­ciá­rio com os do­cu­men­tos que ga­ran­tam o di­rei­to. “Mas acon­se­lho que, se há chan­ces de re­ver­ter a de­ci­são, é im­por­tan­te in­sis­tir na agên­cia, pois a Jus­ti­ça é len­ta.”

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.