Apo­sen­tei-me em 2017, mas o va­lor do be­ne­fí­cio é bai­xo. Pos­so pa­gar con­tri­bui­ções em atra­so de qu­an­do eu era autô­no­mo e pe­dir uma re­vi­são?

Agora - - Aposentado -

O apo­sen­ta­do afir­ma que pas­sou mui­tos anos sem pa­gar as con­tri­bui­ções co­mo autô­no­mo e, an­tes de se apo­sen­tar, qui­tou uma par­te. Mas, co­mo o va­lor fi­cou bai­xo, Ja­ku­basz­ko quer acer­tar mais al­guns anos pa­ra con­se­guir au­men­tar a ren­da. Ele pediu a re­vi­são ao INSS, mas ela foi ne­ga­da. Pa­ra o ad­vo­ga­do Rô­mu­lo Sa­rai­va, co­mo ele já se apo­sen­tou, não há co­mo in­cluir es­ses pa­ga­men­tos no PBC (Pe­río­do Básico de Cál­cu­lo) pa­ra au­men­tar o va­lor da apo­sen­ta­do­ria. “Ex­ce­ções con­tem­plam is­so”, diz ele. Já ad­vo­ga­da Adri­a­ne Bra­man­te afir­ma que é pos­sí­vel ter es­se ti­po de re­vi­são, com ba­se no ar­ti­go 124 do de­cre­to 3.048/1999. Pa­ra is­so, ele te­rá que jun­tar pro­vas da ati­vi­da­de, pa­gar os va­lo­res e pe­dir a re­vi­são. Co­mo já te­ve a ne­ga­ti­va, po­de re­cor­rer no pró­prio pro­ces­so.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.