Con­ces­são au­to­má­ti­ca atra­sa as apo­sen­ta­do­ri­as por ida­de

Em vez de re­du­zir es­pe­ra, be­ne­fí­cio au­to­má­ti­co tem de­mo­ra­do mais pa­ra sair; tem­po mé­dio pa­ra re­ce­ber che­ga a qua­se três me­ses

Agora - - Primeira Página -

O sis­te­ma de apo­sen­ta­do­ri­as por ida­de au­to­má­ti­cas, cri­a­do em maio des­te ano com o ob­je­ti­vo de ace­le­rar as con­ces­sões, ain­da não con­se­guiu tra­zer alí­vio pa­ra os tra­ba­lha­do­res. Em vez de di­mi­nuir, o tem­po de es­pe­ra au­men­tou. Quem se apo­sen­tou por ida­de em ou­tu­bro des­te ano es­pe­rou, em mé­dia, 88 di­as. O re­sul­ta­do é 22% mai­or do que os 72 di­as re­gis­tra­dos no mes­mo mês de 2017. O nú­me­ro de pe­di­dos tam­bém au­men­tou. Nos três pri­mei­ros me­ses após o anún­cio do ser­vi­ço, 461,3 mil se­gu­ra­dos so­li­ci­ta­ram be­ne­fí­ci­os por ida­de —al­ta de 27% an­te os 361,2 mil do mes­mo pe­río­do do ano pas­sa­do. A re­du­ção na quan­ti­da­de de fun­ci­o­ná­ri­os do INSS é um dos fa­to­res que pre­o­cu­pam os es­pe­ci­a­lis­tas.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.