Pro­ble­mas já fo­ram re­sol­vi­dos, di­zem pre­fei­tu­ra e ter­cei­ri­za­da

Agora - - Editorial - (RS)

A SPO Obras (São Pau­lo Obras), em­pre­sa res­pon­sá­vel pe­lo mo­bi­liá­rio urbano da ca­pi­tal, sob ges­tão Bruno Co­vas (PSDB), dis­se que os pro­ble­mas apon­ta­dos nos abri­gos apon­ta­dos na re­por­ta­gem fo­ram de­cor­ren­tes de atos de van­da­lis­mo. Se­gun­do a em­pre­sa, os pro­ble­mas dos pon­tos do lar­go do Pais­san­du, das ave­ni­das Bri­ga­dei­ro Luís Antô­nio, Rio Bran­co, Con­se­lhei­ro Fur­ta­do e Al­cân­ta­ra Ma­cha­do, e das ru­as Au­gus­ta, Mar­tins Fon­tes e da Con­so­la­ção já fo­ram so­lu­ci­o­na­dos.

Os pon­tos da ave­ni­da São João e da rua João Pas­sa­la­qua não fo­ram in­cluí­dos no con­tra­to de con­ces­são vi­gen­te, fir­ma­do em 2012, se­gun­do a Spo­bras. A em­pre­sa dis­se que já fez um le­van­ta­men­to dos pon­tos de ôni­bus e pre­pa­ra uma no­va li­ci­ta­ção pa­ra a ma­nu­ten­ção des­ses abri­gos.

A Oti­ma, em­pre­sa que cui­da dos pon­tos, con­fir­mou que já tro­cou os vi­dros dos abri­gos que são de sua res­pon­sa­bi­li­da­de. Se­gun­do a em­pre­sa, ape­sar da pro­gra­ma­ção de ma­nu­ten­ção cons­tan­te, há um al­to ín­di­ce de van­da­lis­mo.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.