De­pu­ta­da so­fre aten­ta­do

Agora - - Nas Ruas - (FSP e UOL)

O car­ro em que es­ta­va a de­pu­ta­da es­ta­du­al e ex-che­fe da Po­lí­cia Ci­vil Martha Ro­cha (PDT-RJ) foi al­vo de ti­ros na ma­nhã de on­tem, no bair­ro da Pe­nha, zo­na nor­te do Rio de Ja­nei­ro. A de­pu­ta­da es­ta­va no car­ro blin­da­do com a mãe e o mo­to­ris­ta a ca­mi­nho da igre­ja.

A de­pu­ta­da e a mãe não fo­ram atin­gi­das, mas o mo­to­ris­ta Ge­o­ni­sio Me­dei­ros le­vou um ti­ro na per­na e foi le­va­do ao hos­pi­tal Ge­tú­lio Var­gas. Ele já foi li­be­ra­do.

Ao UOL, a Po­lí­cia Ci­vil con­fir­mou a ocor­rên­cia, mas não deu mais de­ta­lhes. Ain­da não há in­for­ma­ções so­bre quem era o al­vo do ata­que, nem so­bre as mo­ti­va­ções do cri­me. A po­lí­cia in­ves­ti­ga se o ocor­ri­do foi um aten­ta­do ou uma ten­ta­ti­va de as­sal­to.

Martha Ro­cha es­ta­va in­do bus­car a mãe pa­ra irem à igre­ja co­mo fa­zem aos domingos. No per­cur­so, eles fo­ram in­ter­cep­ta­dos por um car­ro bran­co mo­de­lo Cre­ta. O mo­to­ris­ta da de­pu­ta­da con­se­guiu des­vi­ar, mas um in­di­ví­duo que usa­va ca­puz saiu do Cre­ta, apon­tou e dis­pa­rou um ti­ro de fu­zil, in­for­mou a as­ses­so­ria de­la.

Pre­si­den­te na­ci­o­nal do PDT, o ex-mi­nis­tro Car­los Lu­pi dis­se acre­di­tar que a ocor­rên­cia foi um aten­ta­do. “A po­lí­cia es­tá in­ves­ti­gan­do. A nos­sa sus­pei­ta é de aten­ta­do”, dis­se ao UOL.

O go­ver­na­dor do Rio de Ja­nei­ro, Wil­son Wit­zel, pe­diu a in­ves­ti­ga­ção do ca­so e as­so­ci­ou o epi­só­dio a ca­sos de ter­ro­ris­mo. “A le­gis­la­ção bra­si­lei­ra tem que es­tar à al­tu­ra da gra­vi­da­de dos cri­mes, que mos­tram uma fa­ce do ter­ro­ris­mo e que es­tão sen­do co­me­ti­dos con­tra o nos­so es­ta­do e o nos­so país”, dis­se em no­ta.

A Alerj (As­sem­bleia Le­gis­la­ti­va do Rio) tam­bém clas­si­fi­cou o epi­só­dio co­mo um aten­ta­do. Em no­ta, dis­se que con­si­de­ra “ex­tre­ma­men­te gra­ve o ata­que a ti­ros con­tra o veí­cu­lo em que es­ta­va a de­pu­ta­da Martha Ro­cha e seu mo­to­ris­ta” e pe­de urgência na apu­ra­ção do ca­so e a pri­são dos res­pon­sá­veis.

Martha Ro­cha foi pri­mei­ra mu­lher a che­fi­ar a Po­lí­cia Ci­vil do Rio, de 2011-2014.

No úl­ti­mo ano, ela ocu­pou a co­mis­são de Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca da Alerj. Ape­sar de ser mais pró­xi­ma da Po­lí­cia Ci­vil, a de­pu­ta­da apoi­ou a cam­pa­nha de po­li­ci­ais mi­li­ta­res pe­lo fim do re­gi­me adi­ci­o­nal de tra­ba­lho obri­ga­tó­rio, no qual agen­tes são convocados a tra­ba­lhar em di­as de fol­ga.

Ro­cha se re­e­le­geu com 48.949 vo­tos. Seu par­ti­do, o PDT, con­se­guiu man­ter três ca­dei­ras na Alerj.

TV Glo­bo/re­pro­du­cao

■ A de­pu­ta­da Martha Ro­cha, elei­to pe­lo PDT do Rio, es­ca­pou de um ti­ro de fu­zil con­tra o seu car­ro, on­tem

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.