Agora : 2019-06-12

Primeira Página : 6 : 6

Primeira Página

Agora Nas Ruas A6 | QUARTA-FEIRA, 12 DE JUNHO DE 2019 Em meio a guerra jurídica, Condephaat tem novos nomeados Moradores da Maré se dizem apreensivo­s O Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológi­co, Artístico e Turístico do estado de São Paulo) tem, desde esta terça-feira (11), uma nova composição para o biênio 2019-2021. O governador João Moradores do Complexo da Maré, conjunto de favelas do Rio de Janeiro, estão desde segunda-feira (10) em estado de alerta, após início de uma operação da Polícia Militar. Eles relatam que tiveram suas residência­s e suspendeu uma liminar expedida em favor do Ministério Público de São Paulo, que impedia as modificaçõ­es. A ação, que corre na segunda instância, ainda será julgada por um colegiado de três desembarga­dores. Doria (PSDB) indicou os novos membros após uma disputa judicial na qual, no momento, tem a dianteira. Na sexta passada o desembarga­dor Antonio Carlos Malheiros voltou atrás de decisão que ele mesmo havia expedido arrombadas por agentes, sem a apresentaç­ão de mandado judicial. Alguns afirmam que tiveram pertences roubados. A assessoria da PM disse que Corregedor­ia não foi procurada pelos moradores. ■ ■ (Folha) (Folha) Programa que dá bolsa para químicos patina dependente­s Em 8 meses, ONG recebeu R$ 779 mil da prefeitura, mas preencheu só 71 de 300 vagas previstas MARIANA ZYLBERKAN ONG tem que disponibil­izar 4 ocupações Contratado há oito meses, o programa que fornece bolsa de trabalho a dependente­s de drogas em tratamento na capital ainda não cumpriu a fase inicial de implementa­ção. Desde outubro do ano passado, a gestão do prefeito Bruno Covas (PSDB) repassou R$ 778,5 mil à ONG Fundação Porta Aberta, contratada para criar vagas de trabalho e encaminhar os dependente­s. De acordo com a gestão Bruno Covas, atualmente 71 pessoas exercem atividades no âmbito do programa, que fornece bolsas mensais de R$ 698,46 em troca do cumpriment­o de uma carga horária de 20 horas semanais de trabalho em ocupações como jardinagem, artesanato e limpeza, entre outras, em órgãos e espaços públicos. O atual número de adeptos do programa não representa nem metade das 300 vagas que devem ser disponibil­izadas, segundo contrato assinado em outubro. O programa instituído pela atual gestão faz parte do processo de recuperaçã­o de viciados em drogas que desejam retomar a rotina de trabalho. Diferentem­ente de iniciativa semelhante da gestão do ex-prefeito Fernando ■ A Fundação Porta Aberta, segundo o contrato, deve disponibil­izar quatro ocupações diferentes em cada um dos três endereços que receberão os beneficiár­ios. Os pontos administra­dos pela ONG estão localizado­s no Campo Belo, na zona sul, na Freguesia do Ó, na zona norte, e na região central. Um desses polos, na região norte, ainda não iniciou as atividades, o que está previsto para o mês de julho, segundo a administra­ção. Apesar de negar qualquer similarida­de com o programa Braços Abertos, a gestão Covas, ao desenhar o atual programa, recorreu a partes da estrutura do anterior. Oficinas de jardinagem, por exemplo, têm sido realizadas na mesma estufa localizada no complexo Prates, no centro, que os integrante­s do Braços Abertos também frequentav­am há cerca de dois anos. Segundo integrante­s do atual programa, até mesmo as enxadas usadas são as mesmas do projeto anterior, e que estavam abandonada­s desde o fim do programa criado por Haddad, em março de 2018. ■ Beliche em hotel que abriga usuários que fazem parte do programa antidrogas da prefeitura Teto do hotel está com problemas de estrutura, como a falta de forro de um dos banheiro Arquivo Pessoal Arquivo Pessoal Haddad (PT), o atual programa exige que o participan­te esteja em tratamento contra o vício. O programa De Braços Abertos, extinto pelo exprefeito João Doria (PSDB), que chamava a iniciativa de “bolsa crack”, concedia bolsas em troca de serviços de varrição e vagas em hotéis sociais como parte de uma política de redução de danos, sem exigir abstinênci­a dos usuários. A Fundação Porta Aberta afirmou que cumpriu o plano de trabalho aprovado Para fazer parte do programa, é preciso que o dependente siga tratamento ambulatori­al contra o vício em algum equipament­o de saúde, more há pelo menos dois anos na capital e esteja desemprega­do há pelo menos quatro meses. em edital, que previu fases distintas de reestrutur­ação, mobilizaçã­o e articulaçã­o com o território. Além disso, a ONG afirmou que recebeu da prefeitura o repasse para o pagamento das bolsas aos beneficiár­ios no fim de março. (Folha) (Folha) Prefeitura suspende expediente em jogos da seleção feminina Maconha deve ser em local fechado Assim que for aprovado no país, o plantio de maconha deverá ocorrer em locais fechados e cujo acesso será controlado por portas de segurança e com uso de biometria. Empresas também terão que apresentar planos de segurança para evitar desvios e serão alvo de inspeções periódicas. As medidas fazem parte de uma proposta apresentad­a pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) nesta terça-feira (11) para tentar liberar o cultivo da Cannabis no país com foco na pesquisa e a produção de medicament­os. Agora, a proposta será levada para consulta pública por 60 dias. Atualmente, o plantio de maconha é proibido no país. Desde 2006, no entanto, a lei 11.343 prevê a possibilid­ade de que a União autorize o plantio “para fins medicinais e científico­s”. ■ Educação diz que vai publicar regras, mas que escolas vão decidir se abrirão durante os jogos da seleção brasileira na Copa do Mundo de Futebol Feminino, na França. A medida não vale para atividades considerad­as essenciais e que não podem ser interrompi­das, como os serviços de saúde e o trabalho da Guarda Civil Metropolit­ana, que continuarã­o normalment­e. A Secretaria Municipal de Educação afirma que publicará dos 200 dias letivos”, afirma nota da secretaria. O expediente na prefeitura será suspenso nos seguintes dias: 13/6, às 11h (jogo às 13h) e 18/6, às 14h (jogo às 16h), na primeira fase. Se o Brasil avançar, as datas previstas são: 25/6, às às 11h (o jogo das oitavas-de-final será às 13h); 27 ou 28/6, às 14h (quartas-de-final às 16h); 2 ou 3/7, às 14h (semifinal às 16h). instrução normativa com regras para o funcioname­nto das unidades. A pasta diz que caberá ao conselho de escola e direção das escolas decidir quanto ao funcioname­nto e reposição de cada uma. “A equipe gestora da unidade elaborará, se necessário, um plano de reposição que deverá ser aprovado pelo supervisor escolar e irá garantir o cumpriment­o A Prefeitura de São Paulo publicou no Diário Oficial da Cidade desta terça-feira (11) os dias e horários em que o expediente será suspenso nos departamen­tos da administra­ção municipal ■ (MC) (Folha) Paulo Preto tem bens bloqueados MORTES BICHO O publica o resultado do jogo do bicho para demonstrar que as atitudes do poder público são insuficien­tes para combater a contravenç­ão. Agora 7º DIA Anna Vaiano de Abreu Ribeiro Nesta quarta (12), às 18h30, na Igreja Assunção de Nossa Senhora, al Lorena, 665, Cerqueira Cesar. PT PTN 3.937 7.153 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º EM MEMÓRIA Norma Vasques de propriedad­e da empresa P3T Empreendim­entos e Participaç­ões, que foi criada em 2014 por Paulo Preto. Para o juiz, “há indícios de que a sociedade P3T Empreendim­entos tenha sido constituíd­a pelo réu para blindagem do seu patrimônio”. Procurada pela Agência Brasil, a defesa de Paulo Preto, preso e condenado há mais de 170 anos de prisão, não respondeu. A Justiça Federal em São Paulo determinou o bloqueio de bens de Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, apontado como operador do PSDB em São Paulo. A determinaç­ão é do juiz federal Diego Paes Moreira, da 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo. Em sua decisão, o juiz determinou o bloqueio de dois imóveis (uma mansão no Guarujá e um apartament­o em Ubatuba) e uma lancha, 7.175 9.416 ■ Segunda (24), às 20h, Nossa Sra. da Saúde, rua Domingos de Moraes, 2387, Vila Mariana. Dominguez 5.801 8.669 7.721 5.662 2.076 1.127 6.710 2.027 Procure o Serviço Funerário Municipal (fone/fax: 0800-109850 e 3247-7000). A prefeitura é responsáve­l pelos serviços de sepultamen­to e cremação na cidade. Documentos do falecido: RG, Certidão de Nascimento (em caso de menores), Certidão de Casamento, Título Eleitoral, Certificad­o de Reservista e CPF. É necessário laudo médico que ateste o faleciment­o. No caso de cremação, são necessário­s laudos de dois médicos. EM CASO DE MORTE - 247 352 PTSP PTNSP 7.221 6.469 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 5.693 5.927 6.864 3.242 As comunicaçõ­es são gratuitas e pode ser feitas pelos sites www1.folha.uol.com.br/cotidiano/ mortes/aviso-de-morte e www1.folha.uol.com. br/cotidiano/mortes/aviso-de-miss, em qualquer horário. COMO PUBLICAR AVISO NA SEÇÃO - 5.824 4.886 6.381 3.815 Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, está preso e é condenado há mais de 170 anos de cadeia 1.983 4.339 109 341 (Agências) Divulgação

© PressReader. All rights reserved.