Agora

Justiça do Trabalho mantém liminar que proíbe Ford de demitir

-

A Justiça do Trabalho confirmou nesta segunda-feira (22) a liminar que proibiu a montadora Ford de demissão coletiva na fábrica de Taubaté (SP). A empresa também continua impedida de se desfazer de bens e maquinário­s até a conclusão das negociaçõe­s coletivas com a categoria. A decisão foi motivada por um recurso da empresa, que impediu a dispensa em massa dos empregados. A liminar foi assinada pela desembarga­dora Maria da Graça

Bonança Barbosa, do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, em Campinas. A Ford anunciou em janeiro o fechamento de todas as suas fábricas no Brasil, após mais de cem anos montando veículos no país. (Agências)

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil