Agora

PMS são presos por suposta tentativa de homicídio em SP

-

Eles teriam atirado contra um homem acusado de aplicar golpes de R$ 50 mi

Dois policiais militares permanecem presos sob a suspeita de tentar matar um suposto golpista, no último dia 9, em Atibaia (64 km de SP). Segundo Ministério Público de SP, ele teria feito 50 mil vítimas com o crime chamado de pirâmide financeira, desde 2019.

O esquema criminoso, acrescento­u a Promotoria, rendeu aproximada­mente R$ 50 milhões ao suspeito e a mais três comparsas.

O advogado Renato Soares do Nascimento, defensor dos policiais militares, disse ao Agora, nesta quinta, que seus clientes atiraram contra o carro do golpista “em legítima defesa”.

Dois outros suspeitos, que não são policiais, também estão presos por suposto envolvimen­to na tentativa de homicídio.

Além dos policiais, um delegado e um escrivão da capital paulista são investigad­os pela Corregedor­ia da Polícia Civil, pois teriam ido com uma viatura do distrito ao local onde os PMS, que estavam de folga na ocasião, tentaram supostamen­te matar a vítima. (AH)

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil