O pu­lo do ga­to

Ana Maria - - FAÇA E VENDA -

Al­guns ma­ce­tes ga­ran­tem o su­ces­so da re­cei­ta. Ve­ja só:

CAL­DA

Atin­gir o pon­to cor­re­to do ca­ra­me­lo é fun­da­men­tal. Mi­nu­tos de­pois de co­lo­car a água e o açú­car no fo­go, a cal­da vai fi­car ama­re­la­da e, lo­go em se­gui­da, atin­gi­rá o tom ca­ra­me­lo. Aten­ção re­do­bra­da nes­sa ho­ra: en­tre o ama­re­lo e o ca­ra­me­lo é coi­sa de se­gun­dos. Des­li­gue ime­di­a­ta­men­te o fo­go as­sim que ela atin­gir o tom. Se pas­sar do tem­po, a cal­da vai quei­mar e amar­gar.

Não use ne­nhum uten­sí­lio pa­ra me­xer a cal­da du­ran­te o pre­pa­ro. O má­xi­mo que vo­cê po­de fa­zer é me­xer a pa­ne­la. Des­sa for­ma, se a cal­da co­me­çar a ca­ra­me­li­zar de um la­do só, vo­cê me­xe a pa­ne­la pa­ra uni­for­mi­zar o tom em to­da a cal­da.

PU­DIM

Não é ne­ces­sá­rio usar co­po ca­ro. Aque­le pe­que­no, ti­po ame­ri­ca­no, bem ba­ra­ti­nho e que vo­cê com­pra em qual­quer mer­ca­do ou lo­ja de uti­li­da­des, é per­fei­to pa­ra a por­ção in­di­vi­du­al. O im­por­tan­te é que eles se­jam de vi­dro tem­pe­ra­do, ok? Se pre­fe­rir, pre­pa­re o do­ce em for­mi­nhas in­di­vi­du­ais de pu­dim, se­guin­do o mes­mo mo­do de pre­pa­ro no co­po.

Pa­ra evi­tar que os co­pos trin­quem por con­ta do cho­que tér­mi­co, sem­pre co­lo­que um pa­no se­co em­bai­xo de­les no mo­men­to de dis­tri­buir a cal­da. Fei­to is­so, dis­tri­bua igual­men­te a cal­da pe­los co­pi­nhos.

Quan­do for aco­mo­dar os co­pos den­tro da pa­ne­la, fi­que aten­ta pa­ra não dei­xar mui­ta fol­ga en­tre eles, pois po­dem se mo­vi­men­tar quan­do a água es­ti­ver fer­ven­do e, as­sim, que­brar ou trin­car. Co­lo­que-os o mais pró­xi­mo pos­sí­vel um do ou­tro. Is­so é um pas­so im­por­tan­tís­si­mo!

Se na pa­ne­la fi­cou fal­tan­do um es­pa­ço, mas não ca­be mais um co­po, faça um cal­ço e pre­en­cha aque­le es­pa­ço com um pa­no de pra­to lim­po do­bra­di­nho (aco­mo­de bem o pa­no no vão que so­brou no in­te­ri­or da pa­ne­la). Is­so tam­bém evi­ta a mo­vi­men­ta­ção dos co­pos du­ran­te o co­zi­men­to e, con­se­quen­te­men­te, sua ra­cha­du­ra.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.