Bri­ga­di­e­ros inu­si­ta­dos... de co­mer re­zan­do

Co­nhe­ça os tru­ques e di­fe­ren­tes re­cei­tas (ain­da mais de­li­ci­o­sas) pa­ra pre­pa­rar o do­ce que­ri­di­nho dos bra­si­lei­ros

Ana Maria - - CULINÁRIA - Kar­la Pre­ci­o­so

Di­fí­cil en­con­trar qu­em nun­ca ex­pe­ri­men­tou a fe­li­ci­da­de na for­ma de bri­ga­dei­ro. Além de ser um dos do­ces mais fa­mo­sos e pres­ti­gi­a­dos pe­los bra­si­lei­ros, é tam­bém uma ex­ce­len­te for­ma de se aven­tu­rar na co­zi­nha. Mi­ri­am Cha­gas, cu­li­na­ris­ta da Nes­tlé®, dá di­cas pa­ra o pre­pa­ro e ar­ma­ze­na­men­to per­fei­tos, além de re­cei­tas inu­si­ta­das des­se ver­da­dei­ro man­jar dos deu­ses. Vo­cê vai se sur­pre­en­der com a mis­tu­ra de sa­bo­res e, de que­bra, po­de até fa­tu­rar um di­nhei­ro ex­tra ven­den­do os do­ci­nhos re­pa­gi­na­dos e ain­da mais ten­ta­do­res.

1. CO­MO EU SEI QUAL O PON­TO CER­TO DO BRI­GA­DEI­RO?

Quan­do a mis­tu­ra co­me­çar a sol­tar do fun­do da pa­ne­la é si­nal de que o do­ce che­gou ao pon­to de en­ro­lar. O tem­po po­de va­ri­ar de fo­gão pa­ra fo­gão, mas, em mé­dia, é por vol­ta de 10 mi­nu­tos de co­zi­men­to.

2. POS­SO CON­GE­LAR O DOCINHO?

Sim. En­ro­le e ar­ma­ze­ne-o num re­ci­pi­en­te com tam­pa her­mé­ti­ca ou bem ve­da­do com fil­me plás­ti­co e le­ve ao fre­e­zer por até três me­ses. Não es­que­ça de co­lo­car uma eti­que­ta de iden­ti­fi­ca­ção de da­ta. Se não usar o gra­nu­la­do pa­ra co­brir, é pre­ci­so to­mar al­guns cui­da­dos im­por­tan­tes: se o do­ce for co­ber­to com ras­pas de cho­co­la­te, não de­ve ser con­ge­la­do, já que ele vai es­bran­qui­çar. Se op­tar por co­brir com açú­car, o mes­mo vai der­re­ter e se des­man­char. Pre­fi­ra guar­dá-lo sem aca­ba­men­to e sem for­mi­nha.

3. COM QU­AN­TO TEM­PO DE AN­TE­CE­DÊN­CIA DE­VO DESCONGELA­R O BRI­GA­DEI­RO?

Re­ti­re do fre­e­zer com, pe­lo me­nos, 30 mi­nu­tos de an­te­ce­dên­cia. Man­te­nha-o co­ber­to com a tam­pa ou o fil­me plás­ti­co pa­ra que ele não ‘sue’ e ume­de­ça a for­mi­nha.

4. CO­MO FA­ÇO UM BRI­GA­DEI­RO DE CO­LHER?

Pa­ra ob­ter uma tex­tu­ra mais cre­mo­sa, além de co­zi­nhar um pou­co me­nos de tem­po (cer­ca de 6 mi­nu­tos), acres­cen­te 1 cai­xi­nha de cre­me de lei­te no fi­nal da pre­pa­ra­ção.

5. POR QUE MEU BRI­GA­DEI­RO SEM­PRE FI­CA AÇUCARADO?

Pa­ra fa­zer o bri­ga­dei­ro é im­por­tan­te me­xer sem­pre pa­ra não gru­dar no fun­do da pa­ne­la, po­rém com de­li­ca­de­za e su­a­vi­da­de. Ao me­xer o do­ce mui­to rá­pi­do e com for­ça, ele cer­ta­men­te irá açu­ca­rar.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.