MO­DA

Ana Maria - - PERGUNTE AO ESPECIALIS­TA - Ana Pau­la Mo­ro Quin­tei­ro, den­tis­ta e em­pre­sá­ria

“Ja­le­cos de mé­di­cos po­dem ser de ou­tras co­res?”

Sim! Há evi­dên­ci­as ci­en­tí­fi­cas de que, além da ques­tão es­té­ti­ca, a es­co­lha das co­res po­de au­xi­li­ar a pro­te­ger a vi­são dos pro­fis­si­o­nais du­ran­te os pro­ce­di­men­tos ci­rúr­gi­cos. Is­so mes­mo. Exis­te um es­tu­do que le­va os pro­fis­si­o­nais a tam­bém op­tar por ja­le­cos co­lo­ri­dos, uma vez que o uso de co­res fri­as, co­mo o ver­de ou o azul, oferece uma cons­tan­te atu­a­li­za­ção do cé­re­bro, dei­xan­do-os mais sen­sí­veis ao ver­me­lho e la­ran­ja, além de pro­por­ci­o­nar con­for­to na vi­são e me­lho­rar, as­sim, a concentraç­ão du­ran­te os pro­ce­di­men­tos ci­rúr­gi­cos in­va­si­vos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.