TRANS­POR­TES SO­BRE RO­DAS

A MAIS IMPORTANTE IN­VEN­ÇÃO HUMANA, A RODA, SUR­GIU EM VÁ­RI­AS CIVILIZAÇÕ­ES ISOLADAS. ALÉM DOS SEUS EFEITOS EM GUERRAS, APROXIMAM POVOS HÁ MAIS DE 5 MIL ANOS NA LUTA DO HO­MEM PA­RA DEIXAR DE AN­DAR A PÉ

Aventuras na Historia - - LINHA DO TEMPO - POR LEANDRO NARLOCH

3500 CARROÇA A.C.

A Me­so­po­tâ­mia, ber­ço da ci­vi­li­za­ção, foi tam­bém o nas­ce­dou­ro dos veí­cu­los so­bre ro­das. As pri­mei­ras carroças eram de ma­dei­ra e cou­ro, ti­nham um tron­co como roda e eram pu­xa­das por ona­gros (es­pé­cie de ca­va­lo).

2000 BIGAS A.C.

Ou­tra in­ven­ção me­so­po­tâ­mia, as bigas es­pa­lha­ram-se pe­lo Egi­to e pe­la Ásia Me­nor, on­de fo­ram usa­das pe­lo exér­ci­to de Alexandre, o Gran­de. Em Ro­ma, as cor­ri­das de bigas eram a prin­ci­pal atra­ção do Cir­co Má­xi­mo, o maior hi­pó­dro­mo do im­pé­rio.

1760 PATINS

O bel­ga Jo­seph Mer­lin, o ho­mem que pri­mei­ro ima­gi­nou os patins, não con­se­guia man­ter-se em pé nas de­mons­tra­ções do seu in­ven­to. Por is­so, os patins só fo­ram le­va­dos a sé­rio em 1863, com a cri­a­ção de um pro­tó­ti­po americano, e po­pu­la­ri­za­ram-se no sé­cu­lo 20, quan­do o plás­ti­co como ma­té­ri­a­pri­ma foi usa­do lar­ga­men­te.

1500 COCHE

Ne­nhum no­vo veí­cu­lo de ro­das foi cri­a­do du­ran­te a Ida­de Mé­dia, mas as an­ti­gas carroças ga­nha­ram sis­te­mas de sus­pen­são e ar­rei­os mais so­fis­ti­ca­dos. Es­sas me­lho­ri­as pos­si­bi­li­ta­ram a cri­a­ção do coche, uma carroça pu­xa­da por três pa­res de ca­va­los e com ro­das de vá­ri­os ta­ma­nhos, que per­mi­tia o trans­por­te rá­pi­do e agra­dá­vel da re­a­le­za.

1804 LOCOMOTIVA A VAPOR

Pri­mei­ro dos múl­ti­plos mei­os in­ven­ta­dos no sé­cu­lo 19, a pri­mei­ra locomotiva, cri­a­da pe­lo in­glês Ri­chard Tre­vithick, ti­nha 25 to­ne­la­das e

ro­da­va a 8 km/h. Fer­ro­vi­as e lo­co­mo­ti­vas pas­sa­ri­am a di­fun­dir-se

20 anos de­pois.

BICICLETA

1817 AUTOMÓVEL A GASOLINA

O su­ces­so de car­ru­a­gens sem ca­va­los só apa­re­ceu

quan­do o en­ge­nhei­ro ale­mão Karl Benz usou gasolina, e não car­vão, como com­bus­tí­vel. Seu veí­cu­lo de três ro­das che­ga­va a

15 km/h.

BONDE ELÉTRICO

Em subs­ti­tui­ção às com­po­si­ções pu­xa­das por ca­va­los co­muns nos Es­ta­dos Uni­dos e na Eu­ro­pa, o pri­mei­ro bonde elétrico ti­nha ca­bos de ener­gia na

al­tu­ra do cor­po, o que pro­vo­cou de­ze­nas de mor­tes. O mo­de­lo só se popularizo­u quan­do os

ca­bos fo­ram pa­ra o al­to. A par­tir de 1890, os bon­des ga­nha­ram o mun­do, tor­nan­do-se o meio

mais co­mum do co­me­ço do sé­cu­lo 20. Mo­vi­da pe­las pró­pri­as per­nas do ci­clis­ta, a pri­mei­ra bicicleta, cri­a­da pe­lo en­ge­nhei­ro ale­mão Karl von Drais, es­pa­lhou-se ra­pi­da­men­te pe­la Eu­ro­pa. O su­ces­so não ocor­reu à toa. Es­te foi o pri­mei­ro meio efi­ci­en­te ao trans­por­tar o ho­mem usan­do sua pró­pria for­ça, sem tra­ção ani­mal nem me­câ­ni­ca. Um so­nho des­de o sé­cu­lo 15.

1885

1881

MOTOCICLET­A

Me­ses após a in­ven­ção do car­ro, o ale­mão Got­tli­eb Daim­ler cria a mo­to. Com ro­di­nhas la­te­rais pa­ra dar equi­lí­brio, che­ga­va a 19 km/h. Em 1889, Daim­ler fun­da­ria a Mer­ce­des-benz em so­ci­e­da­de com o cri­a­dor do automóvel.

METRÔ ELÉTRICO 1890

A Lon­dres vi­to­ri­a­na, maior cidade do sé­cu­lo 19, foi a pri­mei­ra a cri­ar mei­os sub­ter­râ­ne­os. O pri­mei­ro metrô, de 1863, trans­por­tou 9,5 mi­lhões

de pas­sa­gei­ros em seu pri­mei­ro ano de fun­ci­o­na­men­to, ape­sar da fu­ma­ça que pro­du­zia nos tú­neis (ain­da

fun­ci­o­na­va a vapor!). O sis­te­ma elétrico foi im­plan­ta­do

em Lon­dres, em 1890.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.