O QUE SERÁ DO AMANHÃ?

Aventuras na Historia - - EDITORIAL - Iza­bel Du­va Ra­po­port Edi­to­ra

Guerra, violência, loucura, in­to­le­rân­cia, cri­se econô­mi­ca, so­ci­al, po­lí­ti­ca. O mun­do não vai na­da bem. E is­so não é ne­nhu­ma no­vi­da­de, afi­nal, já foi até pi­or. Co­mo efei­to co­la­te­ral, a pers­pec­ti­va de ca­tás­tro­fes den­tro de ca­sa e mun­do afo­ra ain­da se per­pe­tua en­tre nós e ge­ra o ca­os da in­cer­te­za e do me­do. O que será do amanhã? Co­nhe­cer nos­sa História nos aju­da a en­con­trar es­sa res­pos­ta. Mas, mais do que is­so: nos faz en­xer­gar even­tos con­tem­po­râ­ne­os nas tra­mas do pas­sa­do ou, pi­or, nos iden­ti­fi­car­mos. Pe­ço li­cen­ça ao jor­na­lis­ta Car­lo Cau­ti pa­ra des­ta­car aqui um tre­cho da ma­té­ria de capa des­ta edi­ção: “Os hor­ro­res da hu­ma­ni­da­de não de­ri­vam de ogros ou de al­gum Obs­cu­ro Se­nhor. Mas de nós mes­mos. So­mos nós os mons­tros, e tam­bém os he­róis. Ca­da um de nós tem o po­ten­ci­al de co­me­ter gran­des ma­les e tam­bém gran­des coi­sas”. Es­se de­poi­men­to é do es­cri­tor Ge­or­ge R.R. Mar­tin, que se ins­pi­rou em conflitos e fi­gu­ras reais de ou­tros tem­pos pa­ra cri­ar a sa­ga que deu ori­gem ao fenômeno da TV Ga­me of Th­ro­nes. Ape­sar do com­po­nen­te fan­ta­si­o­so, com dra­gões e ho­mens de gelo, a fic­ção tem mui­to de re­a­li­da­de. In­cluin­do aí uma linha bem tê­nue en­tre o bem e o mal. So­mos to­dos as­sim. En­tão, quem sa­be, con­se­gui­mos en­con­trar (no co­nhe­ci­men­to que es­se an­ta­go­nis­mo nos traz) a pos­si­bi­li­da­de de per­cor­rer tem­pos me­lho­res. E is­so de­pen­de de quem mes­mo?

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.