Ter­ra No­va: ex­pe­di­ção bri­tâ­ni­ca à An­tár­ti­da

HÁ MAIS DE 100 ANOS, UM GRU­PO DESTEMIDO DE EX­PLO­RA­DO­RES E CI­EN­TIS­TAS PAR­TIU DA IN­GLA­TER­RA RU­MO À AN­TÁR­TI­DA. O OB­JE­TI­VO PRIN­CI­PAL: SER A PRI­MEI­RA EX­PE­DI­ÇÃO A ATIN­GIR O PO­LO SUL. MAS DEU (QUA­SE) TU­DO ER­RA­DO

Aventuras na Historia - - SUMÁRIO - POR ALE­XAN­DRE CARVALHO

O PRE­ÇO DA GLÓ­RIA

Ter­cei­ra ex­plo­ra­ção bri­tâ­ni­ca a se aven­tu­rar pe­la An­tár­ti­da, en­tre 1910 e 1913, a Ex­pe­di­ção Ter­ra No­va aca­bou se tor­nan­do uma tra­gé­dia es­cri­ta no ge­lo, de con­fron­to en­tre a for­ça da na­tu­re­za e os li­mi­tes do cor­po hu­ma­no. A jor­na­da ti­nha, além de me­tas ci­en­tí­fi­cas, um ob­je­ti­vo mai­or: en­trar pa­ra a His­tó­ria. O ca­pi­tão Ro­bert Fal­con Scott de­ve­ria ser o pri­mei­ro a che­gar ao Po­lo Sul. De fa­to, ele e mais qua­tro aven­tu­rei­ros con­se­gui­ram ven­cer as in­tem­pé­ri­es e atin­gir o pon­to mais me­ri­di­o­nal da Ter­ra em ja­nei­ro de 1912. Se­ria uma con­quis­ta glo­ri­o­sa não fos­se por dois mo­ti­vos: uma vez no po­lo, Scott des­co­briu que ou­tra ex­pe­di­ção, do no­ru­e­guês Ro­ald Amund­sen, ti­nha che­ga­do pri­mei­ro. E tam­bém por­que o ca­pi­tão e seus com­pa­nhei­ros mor­re­ram, de fo­me e de frio, ten­tan­do vol­tar à ba­se.

CA­VA­LOS E CA­CHOR­ROS

Em ja­nei­ro de 2011, o na­vio da ex­pe­di­ção che­gou à re­gião de Ross De­pen­dency, par­te do con­ti­nen­te ge­la­do ao sul da No­va Ze­lân­dia, área do­mi­na­da por uma gi­gan­te pla­ta­for­ma bran­ca, co­nhe­ci­da co­mo “Gran­de Bar­rei­ra de Ge­lo”. Foi na bor­da des­sa pla­ta­for­ma que os ho­mens de­sem­bar­ca­ram cães, tre­nós mo­to­ri­za­dos, pô­neis e até uma ca­ba­na de ma­dei­ra pré-fa­bri­ca­da.

Mas a es­co­lha pe­los ca­va­los não foi das mais bri­lhan­tes: usa­dos pa­ra o trans­por­te de man­ti­men­tos pe­sa­dos na­que­le am­bi­en­te inós­pi­to, eles mor­ri­am de exaus­tão. Dois fo­ram ví­ti­mas de or­cas quan­do flu­tu­a­ram em um blo­co de ge­lo. Os tre­nós mo­to­ri­za­dos tam­bém não re­sis­ti­ram ao frio: lo­go pi­fa­ram, dei­xan­do os aven­tu­rei­ros em apu­ros. A so­lu­ção, no fim das con­tas, foi fa­zer com que os cães pu­xas­sem os tre­nós.

DOIS DES­TI­NOS

Dos dois ho­mens aci­ma, só um so­bre­vi­veu à Ter­ra No­va: o fo­tó­gra­fo Her­bert Pon­ting, au­tor da be­la fo­to da gru­ta de ge­lo à di­rei­ta, com o na­vio ao fun­do. Um se­nhor de meia-ida­de, Pon­ting não par­ti­ci­pa­ria da vi­a­gem ru­mo ao po­lo, per­ma­ne­cen­do na cos­ta e vol­tan­do à ci­vi­li­za­ção. Fi­cou co­nhe­ci­do co­mo o gran­de fo­tó­gra­fo da épo­ca he­roi­ca das ex­plo­ra­ções nes­se con­ti­nen­te.

Já o ca­pi­tão Scott, à es­quer­da, viu dois de seus com­pa­nhei­ros de con­quis­ta do Po­lo Sul pe­re­ce­rem – de quei­ma­du­ras de frio, gan­gre­na e can­sa­ço – an­tes que ele mes­mo fi­zes­se uma úl­ti­ma ano­ta­ção em seu diá­rio: “O fim não po­de es­tar dis­tan­te. É uma pe­na, mas acho que não con­si­go es­cre­ver mais”. Scott e dois ho­mens es­ta­vam en­cur­ra­la­dos por uma ne­vas­ca. Mor­re­ram a 17 quilô­me­tros de um gran­de de­pó­si­to de su­pri­men­tos.

VI­TÓ­RIA DA CI­ÊN­CIA

Os aven­tu­rei­ros à di­rei­ta são o geó­lo­go Tho­mas Grif­fith Tay­lor e o me­te­o­ro­lo­gis­ta Char­les Wright. Do­ze es­tu­di­o­sos par­ti­ci­pa­ram da ex­pe­di­ção que, ape­sar de fa­mo­sa pe­las mor­tes do gru­po que foi ao Po­lo Sul, re­a­li­zou fei­tos ci­en­tí­fi­cos no­tá­veis. Dos 2.100 ani­mais, plan­tas e fós­seis que a Ter­ra No­va le­vou pa­ra a In­gla­ter­ra, 400 eram no­vi­da­de pa­ra a ci­ên­cia. Quan­do os cor­pos do ca­pi­tão Scott e seus com­pa­nhei­ros fo­ram en­con­tra­dos, eles tra­zi­am con­si­go fós­seis an­tár­ti­cos de Glos­sop­te­ris, um ti­po pré-his­tó­ri­co de sa­mam­baia. Uma plan­ta en­con­tra­da tam­bém em lu­ga­res mui­to mais quen­tes, co­mo a Índia e a Áfri­ca. A descoberta re­ve­lou que a An­tár­ti­da já te­ve ca­lor su­fi­ci­en­te pa­ra abri­gar ár­vo­res. E mais: que já foi uni­da a ou­tros con­ti­nen­tes da Ter­ra. A mor­te dos ex­pe­di­ci­o­ná­ri­os não foi em vão.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.