PA­RA EN­TEN­DER

CIN­CO OBRAS PA­RA EN­TEN­DER A ORI­GEM E RE­FLE­TIR SO­BRE A IM­POR­TÂN­CIA DA DE­MO­CRA­CIA NAS SO­CI­E­DA­DES

Aventuras na Historia - - SUMÁRIO -

DE­MO­CRA­CIA

1

Co­mo as De­mo­cra­ci­as Mor­rem, Ste­ven Le­vitsky e Da­ni­el Zi­blatt – 2018 De­mo­cra­ci­as tra­di­ci­o­nais en­tram em co­lap­so? Es­sa é a ques­tão que dois pro­fes­so­res de Har­vard res­pon­dem ao dis­cu­tir o mo­do co­mo a elei­ção de Do­nald Trump se tor­nou pos­sí­vel. Uma aná­li­se crua e per­tur­ba­do­ra do fim das de­mo­cra­ci­as em to­do o mun­do.

2

De­mo­cra­cia em Ris­co?, vá­ri­os au­to­res – 2019

A per­gun­ta que dá tí­tu­lo a es­ta co­le­tâ­nea de ar­ti­gos pro­cu­ra re­a­gir a uma cons­ta­ta­ção: as elei­ções de 2018 são um mar­co no cur­so da his­tó­ria do atu­al re­gi­me de­mo­crá­ti­co no Bra­sil, ini­ci­a­do com a Cons­ti­tui­ção de 1988. A obra pre­ten­de ajudar na com­pre­en­são do pe­río­do que, tu­do in­di­ca, vi­rá a ser cru­ci­al nos rumos do país.

3

O Fu­tu­ro da De­mo­cra­cia,

Nor­ber­to Bob­bio – 1984

Um es­tu­do que aju­da a en­ten­der me­lhor os con­cei­tos de li­ber­da­de, jus­ti­ça so­ci­al e o di­na­mis­mo ine­ren­te aos es­ta­dos de­mo­crá­ti­cos. São se­te en­sai­os pu­bli­ca­dos ori­gi­nal­men­te en­tre 1978 e 1984 e que re­a­vi­vam o de­ba­te so­bre as di­ver­sas mu­dan­ças pe­las qu­ais pas­sou a de­mo­cra­cia.

4

Mi­li­ta­res da De­mo­cra­cia,

Sil­vio Ten­dler – 2014

Documentár­io res­ga­ta, por meio de de­poi­men­tos e re­gis­tros de ar­qui­vos, as memórias re­pu­di­a­das, su­fo­ca­das e des­per­ce­bi­das dos mi­li­ta­res per­se­gui­dos por lu­ta­rem pela Cons­ti­tui­ção, pela le­ga­li­da­de e con­tra o gol­pe de 1964 – e que, no en­tan­to, a so­ci­e­da­de bra­si­lei­ra pou­co ou na­da sa­be a respeito.

5

O Se­nhor das Mos­cas, Har­ry Ho­ok – 1990 Ba­se­a­do em um ro­man­ce pu­bli­ca­do em 1954 por Wil­li­am Gol­ding, o fil­me mos­tra a for­ma co­mo um gru­po de cri­an­ças se or­ga­ni­za após o avião em que es­ta­vam cair nu­ma ilha iso­la­da. É pos­sí­vel ver que ca­da per­so­na­gem tem uma for­te re­pre­sen­ta­ção sim­bó­li­ca, em que a barbárie se opõe ao es­ta­do de­mo­crá­ti­co.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.