Alck­min te­rá mais tem­po de TV que Lu­la e Mei­rel­les

Brasil em Folhas - - Primeira Página -

De­fi­ni­das as co­li­ga­ções pa­ra a cam­pa­nha elei­to­ral des­te ano, o can­di­da­to do PSDB à Pre­si­dên­cia, Ge­ral­do Alck­min, te­rá di­rei­to a mais tem­po de TV que ou­tros cin­co ri­vais so­ma­dos (Lu­la, Hen­ri­que Mei­rel­les, Al­va­ro Di­as, Ci­ro Go­mes e Ma­ri­na Sil­va).

Ao to­do, se­gun­do le­van­ta­men­to com ba­se em es­tu­do de ana­lis­tas do ban­co BTG Pac­tu­al, Alck­min te­rá di­rei­to a 6 mi­nu­tos e 3 se­gun­dos de tem­po de TV em ca­da blo­co de pro­pa­gan­da, cu­jo tem­po to­tal é de 12 mi­nu­tos e 30 se­gun­dos.

Jun­tos, Lu­la (PT), Hen­ri­que Mei­rel­les (MDB), Al­va­ro Di­as (Po­de), Ci­ro Go­mes (PDT) e Ma­ri­na Sil­va (Re­de) te­rão di­rei­to a 5 mi­nu­tos e 7 se­gun­dos.

Ge­ral­do Alck­min (PSDB, PP, PTB, PSD, SD, PRB, DEM, PPS, PR): 6min3­seg

Lu­la (PT, PC­DOB, PROS, PCO): 2min7­seg

Hen­ri­que Mei­rel­les (MDB, PHS): 1min38­seg

Al­va­ro Di­as (Po­de, PSC, PRP, PTC): 33seg

Ci­ro Go­mes (PDT, Avan­te): 33seg

Ma­ri­na Sil­va (Re­de, PV): 16seg

O re­sul­ta­do tem co­mo ba­se um le­van­ta­men­to fei­to por ana­lis­tas do ban­co BTG Pac­tu­al so­bre o ce­ná­rio das elei­ções. O Tri­bu­nal Su­pe­ri­or Elei­to­ral (TSE) in­for­mou que só de­fi­ni­rá os tem­pos ofi­ci­ais após o dia 15 des­te mês, quan­do aca­ba o pra­zo pa­ra re­gis­tro das can­di­da­tu­ras.

Nas úl­ti­mas du­as se­ma­nas, os 35 par­ti­dos fi­ze­ram con­ven­ções pa­ra de­fi­nir quem lan­çar co­mo can­di­da­to à Pre­si­dên­cia; quem apoi­ar na dis­pu­ta; e, até mes­mo, op­tar por não lan­çar can­di­da­to nem apoi­ar al­gum pos­tu­lan­te ao Pa­lá­cio do Pla­nal­to.

Ao to­do, as con­ven­ções re­sul­ta­ram no lan­ça­men­to de 14 can­di­da­tu­ras, mas o nú­me­ro vai bai­xar por­que o PC­DOB de­ci­diu re­ti­rar a can­di­da­tu­ra de Ma­nu­e­la D’ávi­la pa­ra ela ser can­di­da­ta a vi­ce-pre­si­den­te na cha­pa do PT.

O pri­mei­ro tur­no da elei­ção es­tá mar­ca­do pa­ra 7 de ou­tu­bro e o se­gun­do, pa­ra o dia 28.

Cen­trão

Can­di­da­to com mais tem­po de TV, Alck­min te­ria di­rei­to, ini­ci­al­men­te, a 1 mi­nu­to e 14 se­gun­dos de TV por blo­co de pro­pa­gan­da, mas, com o apoio do cha­ma­do “Cen­trão”, o tem­po ul­tra­pas­sou 6 mi­nu­tos.

Is­so por­que, jun­tos, os par­ti­dos do gru­po so­mam cer­ca de qua­tro mi­nu­tos de tem­po de TV por blo­co.

Par­te do “Cen­trão” che­gou a ne­go­ci­ar com Ci­ro Go­mes; ou­tra par­te ne­go­ci­ou com o can­di­da­to do PSL, Jair Bol­so­na­ro; e uma ou­tra ala foi pro­cu­ra­da pe­lo PT.

Na se­ma­na pas­sa­da, du­ran­te en­tre­vis­ta à Glo­boNews, Alck­min foi ques­ti­o­na­do so­bre se bus­cou o apoio do “Cen­trão” em razão do tem­po de TV. O can­di­da­to, en­tão, res­pon­deu: “Não é só tem­po de TV. Nós temos no Bra­sil um qua­dro plu­ri­par­ti­dá­rio, o que é mui­to ruim. São 35 par­ti­dos, es­ta é a re­a­li­da­de”, afir­mou.

pes­qui­sa elei­to­ral

Se­gun­do a úl­ti­ma pes­qui­sa Ibo­pe, di­vul­ga­da em 28 de ju­nho, Lu­la apa­re­ce em pri­mei­ro lu­gar nas in­ten­ções de vo­to, com 33%. Em se­gui­da, apa­re­cem Jair Bol­so­na­ro (PSL), com 15%; Ma­ri­na Sil­va, com 7%; Ci­ro Go­mes, com 4%; e Ge­ral­do Alck­min, com 4%.

A pes­qui­sa (re­gis­tro BR02265/2018 no Tri­bu­nal Su­pe­ri­or Elei­to­ral), en­co­men­da­da pe­la Con­fe­de­ra­ção Na­ci­o­nal da In­dús­tria (CNI), foi re­a­li­za­da en­tre 21 e 24 de ju­nho com 2 mil elei­to­res em 128 mu­ni­cí­pi­os. A mar­gem de er­ro é de 2 pon­tos per­cen­tu­ais.

JOSÉ CRUZ/AGÊN­CIA BRA­SIL

Con­ven­ção Na­ci­o­nal do PSDB, em Bra­sí­lia, lan­ça Ge­ral­do Alck­min co­mo seu can­di­da­to à Pre­si­dên­cia da Re­pú­bli­ca.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.