Bol­so­na­ro diz que não per­doa agres­sor

Brasil em Folhas - - Primeira Página -

ocan­di­da­to do Psl, Jair Bol­so­na­ro, dis­se que não per­doa adé­lio Bis­po de oli­vei­ra que o ata­cou com uma fa­ca no dia 6 de se­tem­bro, em Juiz de Fo­ra, em Mi­nas ge­rais. “eu não per­doo ele (sic) não. se de­pen­der de mim, ele mo­fa na ca­deia”, afir­mou. “Ban­di­do tem que apo­dre­cer na ca­deia. se ca­deia é lu­gar ruim, é só não fa­zer a bes­tei­ra que não vai pa­ra lá. Va­mos aca­bar com es­sa his­tó­ria de fi­car com pe­na de en­car­ce­ra­do. Quem es­tá lá fez por me­re­cer”, acres­cen­tou ao con­ce­der en­tre­vis­ta ao si­te Uol, à rá­dio Jo­vem Pan e ao pro­gra­ma Pâ­ni­co.

Bol­so­na­ro afir­mou que es­tá “vi­vo por mi­la­gre” e de­fen­deu que a pe­na de adé­lio se­ja am­pli­a­da. “co­mo não po­de­mos con­de­nar nin­guém por pri­são per­pé­tua, que, pe­lo me­nos, se cum­pra 30 anos de ca­deia. Va­mos aca­bar com pro­gres­são de pe­na”, in­di­cou. Pa­ra ele, o agres­sor sa­bia o que es­ta­va fa­zen­do e se pla­ne­jou pa­ra ata­cá-lo.

o can­di­da­to do Psl fa­lou co­mo se sen­te ao re­cu­pe­rar-se do fe­ri­men­to, que pro­vo­cou he­mor­ra­gia no abdô­men, além de atin­gir seu in­tes­ti­no. “Tô com mais von­ta­de ain­da, po­de ter cer­te­za. es­sa fa­ca­da aí me deu uma energia mui­to for­te”, com­ple­tou.

fis­cal das ur­nas

Bol­so­na­ro vol­tou a cri­ti­car o sis­te­ma de vo­ta­ção só por ur­nas ele­trô­ni­cas e a de­fen­der o vo­to im­pres­so pa­ra evi­tar ris­cos de frau­de - pro­pos­ta que cons­tou de pro­je­to de sua au­to­ria apro­va­do na câ­ma­ra em 2015.o can­di­da­to afir­mou que re­ce­beu cen­te­nas de ví­de­os com bo­le­tim de vo­ta­ção, em que não te­ria re­ce­bi­do qual­quer vo­to e ou­tros mos­tran­do que qu­an­do o elei­tor aper­ta­va o nú­me­ro 1 apa­re­cia o 13 - ima­gens já con­fir­ma­das co­mo fal­sas pe­lo Tri­bu­nal su­pe­ri­or elei­to­ral (Tse).

Bol­so­na­ro afir­mou que a área ju­rí­di­ca de seu par­ti­do es­tá pe­din­do ao Tse que pro­ble­mas ve­ri­fi­ca­dos no pri­mei­ro tur­no não se re­pi­tam pa­ra que dú­vi­das so­bre a li­su­ra do vo­to não per­ma­ne­çam. ele re­pe­tiu que res­pei­ta­rá os re­sul­ta­dos das ur­nas e se mos­trou con­fi­an­te na vi­tó­ria. “Vou res­pei­tar o re­sul­ta­do das ur­nas, mas pe­lo que es­tá acon­te­cen­do, nin­guém te­ve até ho­je, nem o lu­la te­ve, uma vo­ta­ção tão ma­ci­ça, no pri­mei­ro tur­no, co­mo eu ti­ve. o pes­so­al que vo­ta em mim, a qua­se to­ta­li­da­de, es­tá vo­tan­do cons­ci­en­te. nin­guém foi co­op­ta­do por nin­guém. a nos­sa vo­ta­ção vai ser mui­to mai­or que o pri­mei­ro tur­no”, dis­se.

em um re­ca­do di­re­to ao seu elei­tor, su­ge­riu que fi­que aten­to, fis­ca­li­ze as se­ções elei­to­rais e se­ja um dos pri­mei­ros a vo­tar. em ca­so de no­tar al­gu­ma ir­re­gu­la­ri­da­de na ur­na, pe­diu que ele aci­o­ne a fis­ca­li­za­ção, um po­li­ci­al mi­li­tar ou o me­sá­rio, pa­ra que se­ja re­sol­vi­do ime­di­a­ta­men­te o pro­ble­ma na má­qui­na que apre­sen­tar de­fei­to.

ati­vis­mo

Bol­so­na­ro ten­tou ex­pli­car o que quer di­zer qu­an­do afir­ma que quer aca­bar com o ati­vis­mo no Bra­sil. ele afir­mou que pre­ten­de bo­tar um pon­to fi­nal no”ati­vis­mo xi­i­ta que vi­ve, ge­ral­men­te, de di­nhei­ro de ong”. “nós va­mos res­pei­tar o di­nhei­ro pú­bli­co. Tem um gru­po de mu­lhe­res do PT e o Had­dad [can­di­da­to do PT] es­tá dis­tri­buin­do um mon­tão de me­mes fa­ke news, is­so é ati­vis­mo, di­zen­do que eu vou aca­bar com o Bol­sa Fa­mí­lia, que vou cri­ar CPMF, que vou cobrar im­pos­to de ren­da do po­bre. es­se ti­po de ati­vis­mo aí”, exem­pli­fi­cou.

mi­nis­té­rio

Bol­so­na­ro pas­sou a ter­ça-fei­ra (9) gra­van­do pro­gra­mas elei­to­rais na ca­sa de um em­pre­sá­rio, no bair­ro Jar­dim Bo­tâ­ni­co, na zo­na sul do rio. ao dei­xar o lo­cal, con­fir­mou o no­me do de­pu­ta­do fe­de­ral onyx lo­ren­zo­ni (dem-rs) co­mo fu­tu­ro mi­nis­tro da ca­sa ci­vil em um even­tu­al go­ver­no.

“no que de­pen­der de mim, sim. ele é o ho­mem da tran­si­ção. ele me apoia há mais de dois anos. Foi ele quem cos­tu­rou, in­di­vi­du­al­men­te, com mais de 100 par­la­men­ta­res, es­te apoio. Te­mos o apoio ma­ci­ço da ban­ca­da ru­ra­lis­ta, o apoio qua­se in­con­di­ci­o­nal da ban­ca­da evan­gé­li­ca, a ban­ca­da da se­gu­ran­ça cres­ceu. nós es­ta­mos fa­zen­do uma gran­de con­cer­ta­ção”, dis­se.

Bol­so­na­ro dis­se que seu mi­nis­té­rio, que te­rá 15 pas­tas, ain­da não es­tá fe­cha­do, mas já es­tão co­ta­dos onyx e o eco­no­mis­ta Pau­lo gu­e­des. “Que­re­mos mi­nis­tros com­pe­ten­tes, que te­nham au­to­ri­da­de e ini­cia- ti­va pa­ra tra­ba­lhar pa­ra o bem do Bra­sil. e não pa­ra aten­der in­te­res­ses po­lí­ti­cos par­ti­dá­ri­os”.

o can­di­da­to dis­se que ama­nhã (10) os mé­di­cos irão ava­li­ar se têm con­di­ções de par­ti­ci­par de de­ba­tes.

Bol­so­na­ro dis­se ain­da que, se elei­to, vai pro­cu­rar a equi­pe do pre­si­den­te Mi­chel Te­mer pa­ra ar­ti­cu­lar uma tran­si­ção, in­cluin­do a pos­si­bi­li­da­de de se vo­tar al­gu­ma mu­dan­ça na Pre­vi­dên­cia.

“eu che­gan­do lá, vou pro­cu­rar o go­ver­no pa­ra a gen­te apro­var uma re­for­ma da Pre­vi­dên­cia que te­nha acei­ta­ção do Par­la­men­to e a po­pu­la­ção en­ten­da co­mo jus­ta e ne­ces­sá­ria. eu creio que a pro­pos­ta do Te­mer, da for­ma que es­tá, di­fi­cil­men­te vai ser apro­va­da. se­ria bom nós con­ter­mos os ra­los, quem sa­be au­men­tar em mais um ano o tem­po de ser­vi­ço pa­ra o tra­ba­lha­dor do ser­vi­ço pú­bli­co. eu acho que já se­ria um gran­de pas­so no fi­nal do go­ver­no Te­mer”, dis­se.

O can­di­da­to do PSL à Pre­si­dên­cia da Re­pú­bli­ca, Jair Bol­so­na­ro, fa­la à im­pren­sa após gra­va­ção de pro­gra­ma elei­to­ral no Rio de Ja­nei­ro

Fer­nan­do Fra­zão/agên­cia Bra­sil

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.