José Eli­ton san­ci­o­na lei que re­es­tru­tu­ra Ju­di­ciá­rio de Goiás

Brasil em Folhas - - Primeira Página -

ogo­ver­na­dor José eli­ton san­ci­o­nou, na ma­nhã des­ta quar­ta-fei­ra (28/11), lei que re­es­tru­tu­ra o Ju­di­ciá­rio de Goiás e equi­pa­ra a car­rei­ra da ma­gis­tra­tu­ra às car­rei­ras do mi­nis­té­rio Pú­bli­co e De­fen­so­ria Pú­bli­ca. a san­ção ocor­reu du­ran­te reu­nião com juí­zes e de­sem­bar­ga­do­res no Pa­lá­cio das es­me­ral­das.

Pre­si­den­te da as­me­go, o juiz Wil­ton mul­ler sa­lo­mão res­sal­tou a lu­ta da en­ti­da­de e de to­dos os juí­zes pe­la si­me­tria com o mi­nis­té­rio Pú­bli­co e a De­fen­so­ria Pú­bli­ca. “É uma lu­ta de dé­ca­das, que so­men­te ago­ra con­se­gui­mos ven­cer”, des­ta­cou. o di­re­tor da as­me­go, juiz al­tair Guer­ra da cos­ta, en­tre­gou a José eli­ton uma car­ta em no­me de to­dos os juí­zes do es­ta­do de Goiás.

“es­sa car­ta é no sen­ti­do de ex­por a re­a­li­da­de e pe­dir a com­pre­en­são do exe­cu­ti­vo pa­ra a va­lo­ri­za­ção e o re­co­nhe­ci­men­to dos ma­gis­tra­dos. a ma­gis­tra­tu­ra man­te­ve-se em si­lên­cio por mui­tos anos e não bus­cou o diá­lo­go com os de­mais po­de­res, e por is­so ho­je nós es­ta­mos em po­si­ção de in­fe­ri­o­ri­da­de com as de­mais car­rei­ras ju­rí­di­cas. e ho­je es­ta­mos em bus­ca des­sa si­me­tria pa­ra uma ma­gis­tra­tu­ra for­te”, des­ta­cou.

“o go­ver­na­dor de­mons­trou com­pro­mis­so, con­si­de­ra­ção e par­ce­ria que sem­pre te­ve com o Po­der Ju­di­ciá­rio, e no­ti­ci­ou a san­ção do pro­je­to mui­to im­por­tan­te pa­ra a ma­gis­tra­tu­ra, que é a re­es­tru­tu­ra­ção do Ju­di­ciá­rio. es­sa é uma rei­vin­di­ca­ção his­tó­ri­ca de mui­tos anos”, com­ple­tou o de­sem­bar­ga­dor car­los al­ber­to fran­ça.

o go­ver­na­dor des­ta­cou que lo­go que re­ce­beu o pro­je­to, de ini­ci­a­ti­va da ma­gis­tra­tu­ra, apro­va­do por una- ni­mi­da­de pe­la as­sem­bleia le­gis­la­ti­va, de­ter­mi­nou que a equi­pe ad­mi­nis­tra­ti­va ob­ser­vas­se to­dos os pon­tos, pa­ra só as­sim pro­vi­den­ci­ar a san­ção. “to­dos os pon­tos ra­ti­fi­ca­vam a le­gi­ti­mi­da­de do plei­to”, de­cla­rou.

“es­ta­mos afas­tan­do as con­vic­ções pes­so­ais e os in­te­res­ses ob­je­ti­vos na ma­té­ria. o que es­ta­mos tra­tan­do é uma ques­tão re­la­ci­o­na­da ao con­cei­to de Jus­ti­ça. a ma­gis­tra­tu­ra sem­pre exer­ceu um tra­ba­lho de ex­tre­ma im­por­tân­cia pa­ra os in­di­ví­du­os e a so­ci­e­da­de, se­ja pa­ra so­lu­ções de con­fli­tos in­di­vi­du­ais ou gran­des de­man­das que en­vol­vam o in­te­res­se da so­ci­e­da­de e o for­ta­le­ci­men­to do es­ta­do de­mo­crá­ti­co”, afir­mou José eli­ton, des­ta­can­do que pô­de co­la­bo­rar pa­ra a con­cre­ti­za­ção de avan­ços im­por­tan­tes, co­mo a re­es­tru­tu­ra­ção do Ju­di­ciá­rio e o pa­ga­men­to da URV. “tra­ba­lha­mos pe­lo for­ta­le­ci­men­to da ma­gis­tra­tu­ra, por­que eu te­nho a vi­são cla­ra de que a ma­gis­tra­tu­ra for­te, in­de­pen­den­te, sig­ni­fi­ca o es­ta­do de­mo­crá­ti­co na sua acep­ção mai­or”, en­fa­ti­zou.

GOVGO

Go­ver­na­dor re­ce­beu juí­zes e de­sem­bar­ga­do­res

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.