Câ­ma­ra apro­va pri­são do­mi­ci­li­ar pa­ra ges­tan­tes

Brasil em Folhas - - Primeira Página -

acâ­ma­ra dos De­pu­ta­dos apro­vou o pro­je­to de lei 10269/18 que pre­vê a substituição da pri­são pre­ven­ti­va por pri­são do­mi­ci­li­ar no ca­so de mu­lher ges­tan­te ou se for mãe ou res­pon­sá­vel por cri­an­ças ou pes­so­as com de­fi­ci­ên­cia. o tex­to se­gue pa­ra san­ção pre­si­den­ci­al.

Por­tan­to, a grá­vi­da ou mãe/res­pon­sá­vel por cri­an­ças ou pes­so­as com de­fi­ci­ên­cia, que es­tão pre­sas em re­gi­me fe­cha­do, po­de­rão mu­dar de re­gi­me, ca­so o cri­me pe­lo qual fo­ram con­de­na­das não ti­ver en­vol­vi­do vi­o­lên­cia ou gra­ve ame­a­ça a pes­soa. a me­di­da ex­clui con­de­na­das que te­nham vín­cu­los com or­ga­ni­za­ções cri­mi­no­sas.

Pe­lo có­di­go de Pro­ces­so Pe­nal, a de­ci­são atu­al­men­te fi­ca a cri­té­rio do juiz, que de­fi­ne subs­ti­tuir a pe­na de pri­são pre­ven­ti­va no ca­so de ges­tan­tes e em ou­tras cin­co si­tu­a­ções, den­tre as quais a mu­lher com fi­lho de até 12 anos e quan­do a pes­soa for in­dis­pen­sá­vel aos cui­da­dos es­pe­ci­ais de pes­soa me­nor de seis anos de ida­de ou com de­fi­ci­ên­cia.

o tex­to de­ter­mi­na ain­da o re­gi­me de cum­pri­men­to de pe­na pri­va­ti­va de li­ber­da­de de con­de­na­das na mes­ma si­tu­a­ção. tam­bém in­clui a pos­si­bi­li­da­de de me­di­das al­ter­na­ti­vas, co­mo o uso de tor­no­ze­lei­ra ele­trô­ni­ca.

Pro­gres­são de Pe­na

Pe­la pro­pos­ta apro­va­da, a pre­si­diá­ria ges­tan­te ou que for mãe/res­pon­sá­vel por cri­an­ças ou pes­so­as com de­fi­ci­ên­cia po­de­rá mu­dar de re­gi­me se, cu­mu­la­ti- va­men­te, não ti­ver co­me­ti­do cri­me com vi­o­lên­cia ou gra­ve ame­a­ça a pes­soa.

o tex­to diz ain­da que a con­de­na­da, que se en­qua­dra em uma das cir­cuns­tân­ci­as, po­de ser be­ne­fi­ci­a­da se não ti­ver co­me­ti­do o cri­me con­tra seu fi­lho ou de­pen­den­te; ti­ver cum­pri­do ao me­nos 1/8 da pe­na no re­gi­me an­te­ri­or; ser ré pri­má­ria e ter bom com­por­ta­men­to car­ce­rá­rio, com­pro­va­do pe­lo di­re­tor do es­ta­be­le­ci­men­to.

Pe­lo pro­je­to, se a con­de­na­da co­me­ter no­vo cri­me do­lo­so ou fal­ta gra­ve per­de­rá o be­ne­fí­cio a es­sa pro­gres­são mais van­ta­jo­sa que a re­gra ge­ral, de cum- pri­men­to de 1/6 da pe­na e com com­por­ta­men­to.

Quan­to aos cri­mes he­di­on­dos, co­mo la­tro­cí­nio (as­sal­to se­gui­do de mor­te); se­ques­tro se­gui­do de mor­te; ou fa­vo­re­ci­men­to da pros­ti­tui­ção ou de ou­tra for­ma de ex­plo­ra­ção se­xu­al de cri­an­ça ou ado­les­cen­te ou de vul­ne­rá­vel; o pro­je­to pre­vê pro­gres­são de re­gi­me com a mes­ma re­gra.

Mo­ni­to­ra­men­to

o De­par­ta­men­to Pe­ni­ten­ciá­rio Na­ci­o­nal de­ve mo­ni­to­rar a in­te­gra­ção so­ci­al e a ocor­rên­cia de rein­ci­dên­cia da­que­las sob re­gi­me do­mi­ci­li­ar al­can­ça­do com a pro­gres­são de re­gi­me ( fe­cha­do pa­ra do­mi­ci­li­ar).

com ava­li­a­ções pe­rió­di­cas e es­ta­tís­ti­cas cri­mi­nais se­rão ge­ra­das in­for­ma­ções que po­de­rão am­pa­rar se a pro­gres­são es­pe­ci­al pa­ra es­se gru­po es­tá sen­do efe­ti­va ou não, o que po­de­ria re­dun­dar em des­ne­ces­si­da­de do re­gi­me fe­cha­do de cum­pri­men­to de pe­na pa­ra es­sas mu­lhe­res nos ca­sos de cri­mes co­me­ti­dos sem vi­o­lên­cia ou gra­ve ame­a­ça.

a des­cen­tra­li­za­ção do sis­te­ma pe­ni­ten­ciá­rio na­ci­o­nal per­mi­te aos ór­gãos lo­cais equi­va­len­tes acom­pa­nhar es­ses da­dos pe­ran­te as pe­ni­ten­ciá­ri­as lo­ca­li­za­das em seus es­ta­dos.

El­za fiu­za/abr

De­fen­so­res pú­bli­cos fa­zem mu­ti­rão em pe­ni­ten­ciá­ria fe­mi­ni­na

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.