Um dia de­pois da cha­ci­na em Cam­pi­nas

Brasil em Folhas - - Primeira Página -

apis­to­la usa­da por eu­ler fer­nan­do Gran­dolpho, de 49 anos, pa­ra ma­tar cin­co pes­so­as e fe­rir ou­tras três na ca­te­dral me­tro­po­li­ta­na de cam­pi­nas foi com­pra­da ile­gal­men­te. es­sa é uma das pou­cas con­clu­sões que a Po­lí­cia ci­vil tem so­bre o ata­que de on­tem (11). De acor­do com o de­le­ga­do-che­fe do De­par­ta­men­to de Po­lí­cia Ju­di­ciá­ria de são Pau­lo in­te­ri­or (Dein­ter 2), Jo­sé Hen­ri­que Ven­tu­ra, a ar­ma com a qu­al o ati­ra­dor fez 22 dis­pa­ros, in­cluin­do o que ti­rou a pró­pria vi­da, é de uso ex­clu­si­vo das for­ças ar­ma­das ou Po­lí­cia fe­de­ral.

além da pis­to­la 9 mi­lí­me­tros, no mo­men­to da tra­gé­dia eu­ler Gran­dolpho tam­bém es­ta­va com um re­vól­ver. a po­lí­cia ain­da quer es­cla­re­cer ago­ra co­mo ele con­se­guiu com­prar o ar­ma­men­to. con­for­me an­te­ci­pa­do pe­la agência Bra­sil e con­fir­ma­do, em se­gui­da, pe­la po­lí­cia, o ati­ra­dor foi ser­vi­dor con­cur­sa­do do mi­nis­té­rio Pú­bli­co do es­ta­do de são Pau­lo, atu­an­do co­mo au­xi­li­ar de Pro­mo­to­ria i, na co­mar­ca de ca­ra­pi­cuí­ba, re­gião me­tro­po­li­ta­na de são Pau­lo.

Des­de 2014, no en­tan­to, Gran­dolpho não tra­ba­lha­va mais no ór­gão nem ti­nha ren­da pró­pria. se­gun­do Ven­tu­ra, des­de que saiu do em­pre­go, ele vi­via com o pai, em Va­li­nhos, mu­ni­cí­pio da re­gião me­tro­po­li­ta­na de cam­pi­nas. “ele não te­ria di­nhei­ro su­fi­ci­en­te pa­ra com­prar es­sas ar­mas e es­sa mu­ni­ção”, dis­se o de­le­ga­do a par­tir das in­for­ma­ções for­ne­ci­das pe­la fa­mí­lia. o pai e os ir­mãos, en­tre­tan­to, ain­da não fo­ram ou­vi­dos for­mal­men­te em res­pei­to ao lu­to da fa­mí­lia.

uso da pis­to­la

De acor­do com o de­le­ga­do, a pis­to­la usa­da no aten­ta­do não é sim­ples de ser uti­li­za­da, mas as ima­gens das câ­me­ras de se­gu­ran­ça do in­te­ri­or da ca­te­dral in­di­cam que eu­ler ti­nha no­ções bá­si­cas de co­mo ma­nu­se­ar a ar­ma. “Dá a im­pres­são que é uma pes­soa que não ma­nu­se­ou pe­la pri­mei­ra vez uma ar­ma da­que­la”, des­ta­cou.

o de­le­ga­do in­for­mou ain­da que os po­li­ci­ais que en­tra­ram na igre­ja pa­ra con­ter o ati­ra­dor dis­pa­ra­ram no­ve ve­zes. ao ser en­cur­ra­la­do, eu­ler se ma­tou com um ti­ro na ca­be­ça. se­gun­do o po­li­ci­al, sem a ação dos agen­tes, o ho­mem po­de­ria ter des­car­re­ga­do a pis­to­la ou­tras du­as ve­zes com 11 ba­las, além de ter um re­vól­ver car­re­ga­do com seis pro­jé­teis.

ano­ta­ções pes­so­ais

a po­lí­cia apre­en­deu vá­ri­os per­ten­ces pes­so­ais de eu­ler Gran­dolpho em sua re­si­dên­cia, co­mo um no­te­bo­ok, um ce­lu­lar e um blo­co de ano­ta­ções. os re­gis­tros es­cri­tos mos­tram, se­gun­do Ven­tu­ra, que o au­tor do ata­que ti­nha pen­sa­men­tos pa­ra­nói­cos e con­fu­sos. “ti­nha uma cer­ta ma­nia de per­se­gui­ção”, res­sal­tou ao afir­mar que gran­de par­te das ano­ta­ções são “coi­sas des­co­ne­xas”.

Nas ano­ta­ções, cui­da­do­sa­men­te es­cri­tas, co­mo se fos­se um diá­rio, eur­ler Gran­dolpho de­ta­lha­va sua ro­ti­na: in­cluin­do da­tas e ho­rá­ri­os, as­sim co­mo nú­me­ros de pla­cas de au­to­mó­veis que via na rua e fra­ses que es­cu­ta­va. tu­do es­cri­to com le­tra de for­ma.

eu­ler tam­bém era uma pes­soa mui­to re­clu­sa. o de­le­ga­do en­fa­ti­zou que, apa­ren­te­men­te, o ati­ra­dor não ti­nha ami­gos ou pes­so­as com quem man­ti­ves­se con­ta­to re­al ou vir­tu­al. “Não ti­nha mui­to re­la­ci­o­na­men­to”, dis­se.

se­pul­ta­men­to

eu­ler foi en­ter­ra­do ho­je à tar­de no ce­mi­té­rio Par­que flam­boyant, em cam­pi­nas, on­de com­pa­re­ce­ram pou­co mais de 50 ami­gos e pa­ren­tes. a ce­rimô­nia foi ca­tó­li­ca e com cân­ti­cos re­li­gi­o­sos. o ve­ló­rio co­me­çou pe­la ma­nhã com re­for­ço na se­gu­ran­ça.

al­guns dos pre­sen­tes re­la­ta­ram que eu­ler era so­li­tá­rio e re­traí­do e que seu com­por­ta­men­to se agra­vou nos úl­ti­mos anos.

Elai­ne Gon­çal­ves/agência Bra­sil

Eu­ler Fer­nan­do Gran­dolpho, de 49 anos

Ro­ve­na ro­sa/agência Bra­sil

Ca­te­dral Me­tro­po­li­ta­na de Cam­pi­nas

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.