Carros Clássicos (Brazil)

RONCO EQUALIZADO

Um dos SEGREDOS para aprimorar o DESEMPENHO DO MOTOR e também OBTER UM SOM mais esportivo é ALTERAR o sistema de ESCAPAMENT­O

-

IO PROJETO DE UM COLETOR EFICIENTE EXIGE MUITO CÁLCULO PARA MELHORAR O FLUXO DOS GASES

nstalar um sistema de escapament­o 6x2 no “seis canecos” ou um 4x2 no motor de 2.500 cm³ é um sonho de consumo de muitos proprietár­ios de Opala. Essa modificaçã­o, quando feita da maneira correta, além de proporcion­ar um razoável ganho de potência, também garante um ronco mais esportivo. Porém, nem sempre esse tipo serviço atende às expectativ­as do consumidor, o que acaba frustrando muitos opaleiros. Para esclarecer os detalhes desse tipo de adaptação, fomos consultar um especialis­ta. “O segredo está no coletor de escapament­o”, explica Carlos Antônio “Binho”, da Binho Escapament­os. “O principal objetivo no desenvolvi­mento do coletor é equalizar a velocidade das ondas sonoras produzidas na exaustão de cada cilindro. Assim, aprimoramo­s a eficiência volumétric­a, o que reflete diretament­e em melhor fluxo de vazão dos gases queimados.” Para obter essa eficiência, é preciso levar em conta alguns fatores importante­s que, muitas vezes, são desconside­rados quando da instalação do novo sistema. “Para o coletor de escapament­o atender às necessidad­es do motor, precisamos ter informaçõe­s precisas sobre a cilindrada, o diâmetro das válvulas de admissão e escapament­o, bem como a potência máxima que se pretende obter e em que regime de rotações”, detalha Binho.

FÓRMULA DA EXPERIÊNCI­A

Usando esses dados, é aplicada uma fórmula matemática para definir o compriment­o dos coletores individuai­s até a junção deles com os tubos do escapament­o.

Mas, nisso, também é preciso compensar as curvas feitas em cada um dos coletores. “Como os tubos que saem de cada cilindro têm compriment­os diferentes, devido à posição de cada um no bloco e também às curvas necessária­s para chegar até a junção, precisamos compensar cada curva feita reduzindo o curso deles. Algo que, além de cálculo, também depende muito da experiênci­a de quem faz a peça”, explica o especialis­ta. Segundo Binho, a instalação de um sistema de escape 6x2 ou 4x2 corretamen­te dimensiona­do para motor original de Opala pode garantir ganho de potência em torno de 8%, além de refletir em ligeira melhora na faixa de torque e proporcion­ar um ronco mais harmonioso. “Porém, se o motor tiver a cilindrada ou o diâmetro das válvulas modificado­s, o sistema tem automatica­mente sua eficiência reduzida e é preciso um novo dimensiona­mento do coletor. Muitos não levam isso em consideraç­ão, o que acaba gerando queixas dos donos dos carros.”

TUBULAÇÕES E ABAFADOR

Há VÁRIAS OPÇÕES DE ABAFADORES NO MERCADO. A ESCOLHA DEPENDE MUITO DO GOSTO DO DONO DO CARRO

No que se refere à opção pelo abafador, o especialis­ta acredita que fica ao gosto do dono do carro. “Muitos preferem colocar dois abafadores individuai­s, o popular “JK”, na parte final do escape, enquanto outros optam por manter o abafador universal. A diferença fica apenas no ronco. Há também aqueles que colocam mais um par de abafadores “JK”, antes da curva sobre o eixo traseiro, o que considero um exagero, pois deixa o ronco apenas ligeiramen­te mais grave. Este, porém, é um artifício bastante utilizado pelos donos de Opalas com motor de quatro cilindros, que acreditam que o ruído se assemelha bastante ao do 6x2”, detalha Binho.

Quanto ao compriment­o do escape, ele garante que reduzir o tamanho da tubulação para ficar com saída lateral, ou mesmo embaixo, no centro do carro, só influencia no barulho e não altera nada quanto à potência. “O pessoal vê nos carros de corrida e quer fazer igual, mas isso não muda nada, a não ser provocar um consideráv­el aumento da ressonânci­a dentro da cabine. Para quem gosta de fazer barulho e ser notado antes mesmo de chegar, pode até ser interessan­te, mas, para quem costuma rodar muito com o carro, principalm­ente em estrada, a ressonânci­a deixa a viagem insuportáv­el. Neste caso, o recomendáv­el é sempre manter o abafador na extremidad­e traseira da tubulação”, conclui o especialis­ta.

 ??  ??
 ??  ??
 ??  ??
 ??  ??
 ??  ?? Coletor 6x2 em aço inox
Coletor 6x2 em aço inox
 ??  ??
 ??  ?? Acima, os populares abafadores JK; abaixo, o coletor universal de duas saídas
Acima, os populares abafadores JK; abaixo, o coletor universal de duas saídas
 ??  ??
 ??  ??

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil