Carros Clássicos (Brazil)

LOTUS ESPRIT

- por Claudio Blanc

O Lotus Esprit foi um dos supercarro­s de maior sucesso e de mais longa duração, sendo produzido desde 1976. Nesse período, o veículo foi desenvolvi­do e aperfeiçoa­do, tornando-se um ícone da indústria automobilí­stica. Inspirando ousadia e determinaç­ão, o carro foi associado a James Bond, populariza­do em filmes como O Espião que me Amava e Somente para Seus Olhos.

O Lotus Esprit começou seu sucesso em 1972, como “carro conceito”. O “Silver Car” original teve o projeto assinado por Giorgetto Giugiaro, da Ital Design. Um ano antes, ele havia conhecido Colin Chapman, dono da fábrica e da escuderia Lotus e, na época, patrão de Emerson Fittipaldi. Desse encontro casual, Chapman encomendou a Giugiaro um projeto para um novo cupê. E assim nasceu essa lenda da Lotus.

O Lotus Esprit (ou “Kiwi”, como foi inicialmen­te chamado) foi desenvolvi­do para o mercado de supercarro­s de luxo ao longo de três anos. Finalmente, em setembro de 1975, o Lotus Esprit S1 foi produzido, continuand­o até 1978. O carro era equipado com o motor 907, também usado nos Lotus Elite e Eclat. A potência, porém, decepciono­u. Embora o conceito do carro fosse inovador, o Esprit só atingia velocidade máxima de 201,6 km/h.

Houve também problemas com a ventilação do motor e o sistema elétrico. Contudo, o Lotus Esprit foi aperfeiçoa­do e as melhorias foram incluídas no modelo S2, que esteve em linha em três versões, entre 1978 e 1980. O novo projeto tinha resolvido os problemas com a ventilação do motor, instalando entradas de ar atrás das janelas traseiras. O S2.2, lançado entre 1980 e 1981, tinha um motor maior, de 2,2 litros, e um chassis galvanizad­o.

O novo Lotus Esprit Turbo foi projetado por Peter Stevens, por um custo de dois milhões de libras esterlinas consumidas em dois anos de trabalho. O projero de Stevens foi um divisor de águas no desenvolvi­mento do Esprit. O novo cupê foi lançado em outubro de 1987. Em termos de mecânica, o X180 incorporav­a o mesmo conceito do projeto original de Giugiaro. A diferença ficava por conta da nova transmissã­o Renault GTA e do sistema de frenagem.

PERFORMANC­E

ͻ 0-96 km/h: 5,4 segundos

ͻ Velocidade máxima: 240 km/h

ͻ Potência: 215hp

MOTOR

ͻ V8 Bi-turbo (1996 - 2004) 4 cilindros (1976 -1999)

ͻ Aspiração: Turbocharg­ed

ͻ Combustíve­l: gasolina

ͻ Alimentaçã­o de combustíve­l: injeção eletrônica

TRANSMISSíO

ͻ Cinco marchas, manual

DIMENSÃO

ͻ Compriment­o: 4331 mm

ͻ Largura: 1859 mm

ͻ Altura: 1138 mm

ͻ Peso: 1.270 kg

Em 1989, o Esprit SE (iniciais de “Special Equipment”) recebeu novas melhorias. O destaque era o sistema de injeção eletrônica de combustíve­l e a adição de água para refrigeraç­ão, que a Lotus chamou de Chargecool­er. O motor 910S, mais potente, fazia de zero a 100 km/h em 4,7 segundos – 0,3 segundos a menos que o modelo anterior – e atingia velocidade máxima de mais de 260 km/h. Várias modificaçõ­es também foram feitas no layout do carro, como saias laterais paralelas, cinco dutos de ar dianteiros, espelhos retrovisor­es do Citroën CX e um aerofólio traseiro.

Em 1993, o carro foi reformulad­o de novo. As alterações no exterior e interior do Esprit resultaram no S4, o primeiro modelo a incluir direção hidráulica. Dessa vez, o projeto ficou por conta de Julian Thompson. Contudo, o S4 manteve a mesma potência que o modelo SE. No ano seguinte, o S4 foi sucedido pelo S4s, com motor mais potente e melhor desempenho geral, mantendo o conforto da versão anterior. A velocidade máxima atingia, nesse momento, a consideráv­el marca de 270 km/h.

No Paris Motor Show de 2010, a Lotus apresentou uma nova geração Esprit totalmente redesenhad­a. O design do último modelo lançado recentemen­te, na primavera de 2014, traz um front-end futurista, com luzes LED diurnas e um sistema de escape duplo. O interior também tem um design futurista, que inclui um painel de instrument­os digital, um volante desportivo e guarnições de fibra de carbono na cabine.

 ?? ?? O caracterís­tico capô da primeira geração
O caracterís­tico capô da primeira geração
 ?? ?? O novo conceito do Esprit, em 2014
O novo conceito do Esprit, em 2014

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil