TRU­QUES IN­FA­LÍ­VEIS

In­te­grar co­zi­nha e la­van­de­ria foi a so­lu­ção pa­ra oti­mi­zar a me­tra­gem

Casa Linda - - Contents - Tex­to Ju­li­a­na Bor­ges | De­sign Ní­co­las Mes­si­as/Co­la­bo­ra­dor

In­te­grar co­zi­nha e la­van­de­ria foi a so­lu­ção pa­ra oti­mi­zar a me­tra­gem

A ar­qui­te­ta Cyn­tia Sa­bát foi res­pon­sá­vel por pro­je­tar es­te am­bi­en­te de 8m2. pro­pos­ta de de­co­ra­ção, se­gun­do a pro­fis­si­o­nal, era cri­ar um cô­mo­do cla­ro, am­plo, fun­ci­o­nal e com uma óti­ma ven­ti­la­ção. “Pen­san­do nis­so, in­te­gra­mos o an­ti­go quar­to de em­pre­ga­da à co­zi­nha, vis­to que ele não era uti­li­za­do na ca­sa. Tam­bém op­ta­mos por fa­zer um ar­má­rio bai­xo em fren­te à ban­ca­da da pia, ga­ran­tin­do mais es­pa­ço pa­ra ar­ma­ze­nar os uten­sí­li­os”, ex­pli­ca.

Des­ta­que

A co­zi­nha é di­vi­di­da da sa­la por uma por­ta de cor­rer. As­sim, quan­do a por­ta es­tá aber­ta, a pa­re­de com as pas­ti­lhas co­lo­ri­das fi­ca à vis­ta de to­dos, e is­so foi pen­sa­do pro­po­si­tal­men­te pe­la pro­fis­si­o­nal. “O la­ran­ja era a cor pre­fe­ri­da da mi­nha cli­en­te e, por is­so, op­tei por es­sa to­na­li­da­de”, co­men­ta.

Sem aper­to

Pa­ra fa­zer o lo­cal pa­re­cer mai­or e oti­mi­zar o am­bi­en­te, Cyn­tia uti­li­zou re­ves­ti­men­tos cla­ros e tam­bém em­bu­tiu uma par­te da coi­fa no ar­má­rio, ga­nhan­do es­pa­ço na pa­re­de. Além dis­so, “a mo­ra­do­ra op­tou por não ter for­no a gás nem mi­cro-on­das, e sim um for­no elé­tri­co em uma al­tu­ra con­for­tá­vel pa­ra ela – que era em ci­ma do mó­vel”, re­ve­la a ar­qui­te­ta.

Pro­je­to: Cyn­tia Sa­bát, Rio de Ja­nei­ro – RJ

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.