sem por­tas!

Apos­te na mar­ce­na­ria aber­ta em cô­mo­dos pe­que­nos

Casa Linda - - Índice - Tex­to Ana Le­tí­cia Car­va­lho/Co­la­bo­ra­do­ra | De­sign Ní­co­las Mes­si­as/Co­la­bo­ra­dor

Mar­ce­na­ria pla­ne­ja­da é sem­pre uma boa so­lu­ção pa­ra or­ga­ni­zar e oti­mi­zar es­pa­ços re­du­zi­dos, mas, às ve­zes, mui­tos ar­má­ri­os po­dem pe­sar em lo­cais com pou­ca me­tra­gem. Nes­ses ca­sos, é im­por­tan­te pen­sar em ou­tras al­ter­na­ti­vas pa­ra man­ter ca­da coi­sa em seu de­vi­do lu­gar, sem per­der a le­ve­za do cô­mo­do. As ar­qui­te­tas Cyn­tia Sa­bat e Iris Co­lel­la en­con­tra­ram nas pra­te­lei­ras a me­lhor so­lu­ção pa­ra es­se pro­ble­ma. Con­fi­ra!

Mi­ni­ma­lis­mo

O re­ves­ti­men­to do cô­mo­do foi pen­sa­do pe­la ar­qui­te­ta Cyn­tia Sa­bat pa­ra tor­nar o ba­nhei­ro, de 2,15m², vi­su­al­men­te mai­or. A ban­ca­da, as pa­re­des e o pi­so em tons neu­tros ofe­re­cem am­pli­tu­de pa­ra o lu­gar. Além dis­so, a cu­ba de vi­dro e o es­pe­lho gran­de dão o to­que de le­ve­za fi­nal.

So­lu­ções

A ban­ca­da da pia foi de­se­nha­da com um re­cor­te, ocu­pan­do ape­nas o es­pa­ço ne­ces­sá­rio, pri­o­ri­zan­do a cir­cu­la­ção no ba­nhei­ro. A pro­fis­si­o­nal op­tou por pra­te­lei­ras em­bai­xo da pia, em vez de mar­ce­na­ria fe­cha­da, pois “o ar­má­rio po­de­ria dei­xar o cô­mo­do aper­ta­do e não fun­ci­o­nal”, ex­pli­ca.

Dois em um

A me­tra­gem de 4,25m² não foi um obs­tá­cu­lo pa­ra a ar­qui­te­ta Iris Co­lel­la trans­for­mar o ba­nhei­ro de um an­ti­go apar­ta­men­to em um ele­gan­te la­va­bo, que tam­bém ser­ve co­mo ba­nhei­ro de hós­pe­des.

Neu­tra­li­da­de

A ba­se de tons cla­ros, em contraponto com a ma­dei­ra, traz so­fis­ti­ca­ção e con­for­to pa­ra o am­bi­en­te, além de dar a sen­sa­ção de um es­pa­ço mai­or. O box pin­ta­do de bran­co foi a so­lu­ção da ar­qui­te­ta pa­ra o cô­mo­do se en­qua­drar no estilo de la­va­bos, sem ter que re­ti­rar o chu­vei­ro, que se­rá usa­do pe­los hós­pe­des da mo­ra­do­ra.

Mu­dan­ças

De acor­do com a pro­fis­si­o­nal, o layout do lu­gar foi bas­tan­te al­te­ra­do. A área do box, por exem­plo, foi di­mi­nuí­da, o que per­mi­tiu a ins­ta­la­ção de pra­te­lei­ras na sua la­te­ral. A op­ção pe­la mar­ce­na­ria aber­ta acon­te­ceu pois, além de am­pli­ar, se tra­ta de um la­va­bo. “Ge­ral­men­te não fa­ze­mos ar­má­ri­os fe­cha­dos nes­ses am­bi­en­tes pa­ra fa­ci­li­tar que os vi­si­tan­tes en­con­trem ro­los de pa­pel hi­gi­ê­ni­co ou to­a­lhas de mão, os quais es­ta­rão sem­pre à vis­ta”, ex­pli­ca Iris.

Projeto 1: Cyn­tia Sa­bat, Rio de Ja­nei­ro – RJ

Projeto 2: Iris Co­lel­la Ar­qui­te­tu­ra, São Pau­lo - SP

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.