Sua ida­de, seu ca­be­lo!

Use os cor­tes e a co­lo­ra­ção das fa­mo­sas co­mo ins­pi­ra­ção

Chanel and Curtos - - Índice - Tex­to: Ya­ra Lom­bar­di/Co­la­bo­ra­do­ra De­sign: Angela A. So­a­res

OO ca­be­lo é a mol­du­ra do ros­to. Por is­so, sa­ber va­lo­ri­zar o que seu fio tem de me­lhor em ca­da fa­se da vi­da é um fa­tor im­por­tan­te pa­ra quem quer es­tar sem­pre des­lum­bran­te. Ins­pi­re-se nas fa­mo­sas que, jo­vens ou adul­tas, pre­zam pe­la be­le­za e cui­da­do com as ma­dei­xas.

ADOLESCENTES

1. KLARA CASTANHO

A atriz, que já con­quis­tou o Brasil com seu jei­to mei­go, apos­tou em uma va­ri­a­ção mais cur­ta do bob, o short bob. O cor­te, que tem a ba­se re­ta, po­de ser fei­to com o ca­be­lo mo­lha­do e com aju­da da má­qui­na pa­ra de­fi­nir o com­pri­men­to. “Em fi­os mais re­bel­des, fi­ca um char­me”, con­ta o be­auty sty­list Wil­son Eli­o­do­rio do sa­lão Wes, de São Paulo (SP).

2. LARISSA MA­NO­E­LA Com os ca­be­los lon­gos, um le­ve re­pi­ca­do nas pon­tas e fran­ja, Larissa Ma­no­e­la tem um dos es­ti­los mais pe­di­dos da te­vê. Pa­ra ou­sar ain­da mais, a atriz usa lu­zes fi­nas e uni­for­mes, tra­zen­do mais ilu­mi­na­ção aos fi­os. “Pa­ra as mais jo­vens, es­se es­ti­lo traz sem­pre um re­sul­ta­do se­reia”, con­ta o pro­fis­si­o­nal. A fi­na­li­za­ção foi fei­ta com baby­liss, dan­do mais mo­vi­men­to.

20 ANOS

3. CAMILA QU­EI­ROZ

Camila apos­tou no que­ri­di­nho do mo­men­to, o long bob, pa­ra mu­dar o vi­su­al. O cor­te po­de ser re­pro­du­zi­do em di­fe­ren­tes ti­pos de fio, mas Wil­son aler­ta que, pa­ra ca­da ca­be­lo, exis­te um re­sul­ta­do di­fe­ren­te. O cor­te ele­gan­te traz pou­cas lu­zes, que ilu­mi­nam e di­fe­ren­ci­am o vi­su­al. A fi­na­li­za­ção po­de ser fei­ta com uma es­co­va sim­ples.

4. ALINE DI­AS

Su­ces­so na no­ve­la Ma­lha­ção, da Re­de Glo­bo, Aline Di­as mantém a saúde e a be­le­za dos fi­os em dia. A atriz apos­ta em um cor­te re­to, com um le­ve bar­ra­do, pa­ra dar mo­vi­men­to e be­le­za aos fi­os. Pa­ra re­pro­du­zir o cor­te, Wil­son dá as ins­tru­ções: “Com o ca­be­lo úmi­do, a te­sou­ra de­ve ser usa­da re­ta pa­ra a ba­se e o bar­ra­do de­ve ser fei­to a 45º”. Usar um to­na­li­zan­te castanho mé­dio ou es­cu­ro dei­xa as ma­dei­xas mais ilu­mi­na­das.

30 ANOS

5. CI­NA­RA LEAL

O black power clás­si­co da atriz se adap­ta bem pa­ra qual­quer ida­de, mas é pre­ci­so ter ati­tu­de pa­ra ade­rir ao vi­su­al. O cor­te pre­ci­sa ser fei­to com os fi­os já se­cos e a fi­na­li­za­ção de­ve ser fei­ta com o pen­te gar­fo e spray de bri­lho. Pa­ra con­se­guir es­se vi­su­al, Wil­son res­sal­ta: “Es­se re­sul­ta­do é pos­sí­vel so­men­te pa­ra fi­os cres­pos. Os ca­che­a­dos não têm tan­ta es­tru­tu­ra”.

6. PAOLLA OLI­VEI­RA

No pa­pel da Jei­za na no­ve­la A For­ça do Que­rer da Re­de Glo­bo, Paolla têm re­ce­bi­do inú­me­ros elo­gi­os pe­lo seu ta­len­to e, tam­bém, pe­la be­le­za que traz nos fi­os. A co­lo­ra­ção da be­la tem um se­gre­do es­pe­ci­al: mui­tas lu­zes, que co­me­çam a par­tir de 3 cen­tí­me­tros da raiz. Es­se es­ti­lo dá mais ilu­mi­na­ção e mo­vi­men­to aos fi­os loi­ro cham­pa­nhe da atriz.

40 ANOS

7. GI­O­VAN­NA ANTONELLI

Pa­ra vi­ver as úl­ti­mas ce­nas de Ali­ce na no­ve­la Sol Nas­cen­te, da Re­de Glo­bo a be­la apos­tou no que­ri­di­nho do mo­men­to: o long bob. E o cor­te, sinô­ni­mo de so­fis­ti­ca­ção e pra­ti­ci­da­de, ga­nhou mes­mo o co­ra­ção de Gi­o­van­na, que con­ti­nua apos­tan­do ne­le mes­mo após o fi­nal da tra­ma. “Não é sur­pre­sa que ela te­nha op­ta­do por man­ter es­se ca­be­lo, já que ele cria um vi­su­al mar­can­te, que exa­la ele­gân­cia e, ao mes­mo tem­po, é sexy e des­con­traí­do”, com­ple­ta Wil­son. Pa­ra fi­na­li­zar es­se es­ti­lo e con­se­guir o efei­to mes­sy, ou ba­gun­ça­di­nho, as do­nas de fi­os on­du­la­dos po­dem usar ce­ra, po­ma­da ou um spray com água do mar pa­ra fi­na­li­zar.

8. ANGÉLICA

Li­so ou ca­che­a­do, o long bob é uma pe­di­da cer­ta pa­ra qual­quer ida­de. A apre­sen­ta­do­ra op­tou por dei­xar as pon­tas do ca­be­lo um pou­co mais alon­ga­das. O cor­te, que é ex­tre­ma­men­te ele­gan­te, é de­mo­crá­ti­co e se adap­ta bem à qual­quer ti­po de fio. Se­gun­do o pro­fis­si­o­nal, pa­ra fi­na­li­za­ção, além do baby­liss, é in­te­res­san­te in­ves­tir em po­ma­das pa­ra aju­dar na de­fi­ni­ção e fi­xa­ção dos ca­chos.

50 ANOS OU +

9. IRENE RAVACHE

As­su­mir os fi­os bran­cos é uma ati­tu­de co­ra­jo­sa e mui­tas mu­lhe­res têm ade­ri­do à co­lo­ra­ção, que é su­per char­mo­sa! Pa­ra va­lo­ri­zar es­sa cor, Wil­son in­di­ca a uti­li­za­ção de to­na­li­zan­tes de bri­lho. A atriz op­tou por um cor­te cha­nel clás­si­co com a fran­ja alon­ga­da. Pa­ra fi­na­li­za­ção, o pro­fis­si­o­nal in­di­ca bobs e po­ma­da pa­ra man­ter o vo­lu­me e a es­tru­tu­ra dos fi­os.

10. FÁTIMA BERNARDES

O re­pi­ca­do clás­si­co da jor­na­lis­ta nun­ca sai de mo­da e se adap­ta bem a qual­quer ida­de! Pa­ra re­a­li­zar o cor­te, as ins­tru­ções são: “Com fi­os es­co­va­dos, o re­pi­ca­do de­ve ser fei­to a 90º com pen­te e te­sou­ra na­va­lha”, ex­pli­ca o be­auty sty­list. O cor­te fun­ci­o­na em fi­os gros­sos e es­tru­tu­ra­dos, fi­na­li­za­dos com es­co­va pa­ra ga­ran­tir o mo­vi­men­to. “É um cor­te le­ve que li­be­ra o ros­to”, con­ta Wil­son.

1 2

3

4

7

5

6

10

8

9

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.