e o trans­plan­te?

Coleção Almanaque da Saúde - - TRATAMENTO­S -

Es­se pro­ce­di­men­to con­sis­te em trans­fe­rir um ór­gão ou te­ci­do de uma pes­soa pa­ra ou­tra, com o ob­je­ti­vo de com­pen­sar ou subs­ti­tuir uma fun­ção per­di­da. Por­tan­to, o trans­plan­te de rim na­da mais é do que co­lo­car um rim sa­dio em um in­di­ví­duo por­ta­dor de in­su­fi­ci­ên­cia re­nal ter­mi­nal. De acor­do com a As­so­ci­a­ção Bra­si­lei­ra de Trans­plan­te de Ór­gãos (ABTO), o trans­plan­te de rim só es­tá in­di­ca­do em pes­so­as que têm pre­juí­zo ir­re­ver­sí­vel e gra­ve das fun­ções re­nais. Após a in­di­ca­ção do trans­plan­te, o pa­ci­en­te é sub­me­ti­do a uma ava­li­a­ção clí­ni­ca que in­clui vá­ri­os exa­mes.

De­pois que a ci­rur­gia é fei­ta, o no­vo rim po­de co­me­çar a fun­ci­o­nar ime­di­a­ta­men­te, po­den­do ser en­cer­ra­da a diá­li­se ou a he­mo­diá­li­se, ou po­de ser que de­mo­re al­gu­mas se­ma­nas pa­ra que o ór­gão re­to­me su­as ati­vi­da­des, sen­do pre­ci­so re­a­li­zar mais al­gu­mas ses­sões do tra­ta­men­to.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.