As pes­so­as têm di­rei­to de pro­tes­tar. O que atra­pa­lha é o blo­queio das ave­ni­das Car­los An­dra­de

Correio da Bahia - - Mais -

não po­de pa­rar’. O do­cu­men­to diz que tem o ob­je­ti­vo de cha­mar a aten­ção pa­ra as ma­ni­fes­ta­ções que têm ocor­ri­do na ci­da­de.

No ma­ni­fes­to, ci­tam o pro­tes­to da úl­ti­ma quar­ta-fei­ra (11), re­a­li­za­do em fren­te ao Shop­ping da Bahia, con­tra a pri­são do ex-pre­si­den­te Lu­la. Se­gun­do as en­ti­da­des, atos que pro­vo­cam a in­ter­di­ção das prin­ci­pais vi­as da ci­da­de em ho­rá­rio co­mer­ci­al vêm

Além da que­da de mo­vi­men­to no Igua­te­mi (que tam­bém in­ter­fe­re no aces­so à Ro­do­viá­ria), se­gun­do Car­los An­dra­de, tam­bém hou­ve re­du­ção no mo­vi­men­to em pos­tos de ga­so­li­na, nas lo­jas de ma­te­ri­al de cons­tru­ção e nos mer­ca­dos (res­pec­ti­va­men­te, 20%; de 15% a 20%; e 10%). Só na­que­la re­gião, a Fe­co­mér­cio cal­cu­la que as ven­das re­gis­trem en­tre 20% e 25% de que­da no pe­río­do das 15h às 22h.

“Ali é o cen­tro co­mer­ci­al da ci­da­de e tem de pra­ça de ali­men­ta­ção a aca­de­mia de gi­nás­ti­ca. Além do prejuízo pa­ra o em­pre­sá­rio e o co­mér­cio, a so­ci­e­da­de tam­bém per­de. Nós, das en­ti­da­des de clas­se, es­ta­mos jun­tos nes­sa bri­ga por­que, quan­do che­ga no fi­nal do mês, te­mos com­pro­mis­so com a fo­lha, com im­pos­tos”, re­for­çou.

De acor­do com es­ta­tís­ti­cas da Fe­co­mér­cio, se to­do o va­re­jo de Sal­va­dor fe­char por 24 ho­ras, o prejuízo es­ti­ma­do é de R$ 60 mi­lhões. No ca­so das úl­ti­mas ma­ni­fes­ta­ções, con­tu­do, os es­ta­be­le­ci­men­tos não fo­ram fe­cha­dos e es­tão lo­ca­li­za­dos em uma só re­gião – a en­ti­da­de não sou­be di­zer qual se­ria o cál­cu­lo pa­ra es­se ca­so.

Ma­ni­fes­ta­ção tra­vou a re­gião do Igua­te­mi no úl­ti­mo dia 7; en­ti­da­des de­fen­dem o di­rei­to de ir e vir

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.