Ci­da­de em SP tem ca­sa­men­tos na or­la

Correio da Bahia - - Mais -

Em to­do o Bra­sil, mais de 60 ci­da­des já so­li­ci­ta­ram à União que fa­çam a ges­tão das pró­pri­as prai­as. É o ca­so do Gu­a­ru­já, mu­ni­cí­pio no li­to­ral de São Paulo que já des­pon­ta co­mo um dos lo­cais que já de­sen­vol­ve­ram a pró­pria ges­tão das 27 prai­as es­pa­lha­das por 22 quilô­me­tros de costa.

Para a se­cre­tá­ria de Tu­ris­mo do Gu­a­ru­já, Thaís Marinho, a ges­tão das prai­as pe­lo mu­ni­cí­pio é uma ten­dên­cia ine­vi­tá­vel. “A gen­te tem cons­ci­ên­cia de que há mais res­pon­sa­bi­li­da­de do que sim­ples­men­te go­zar des­sa con­ces­são. Nós tra­ba­lha­mos o tu­ris­mo ma­tri­mo­ni­al, que é o ca­sa­men­to na praia. Antes, tudo que era fei­to na praia ia para a SPU [Su­pe­rin­ten­dên­cia do Pa­trimô­nio da União]. Ago­ra (o re­cur­so ar­re­ca­da­do) vai para o fun­do mu­ni­ci­pal de tu­ris­mo”, ex­pli­ca.

Co­mo tudo ain­da é mui­to re­cen­te, o mu­ni­cí­pio ain­da dis­cu­te co­mo se­rá fei­ta a co­bran­ça por m² no so­lo em even­tos. As­sim, en­quan­to is­so não é de­fi­ni­do, exis­te uma ta­xa fi­xa de R$ 521,46, re­fe­ren­te ao có­di­go tri­bu­tá­rio do mu­ni­cí­pio – que in­cor­po­ra des­de ta­xas de aber­tu­ra de re­que­ri­men­to de pro­ces­so à ta­xa de ocu­pa­ção de so­lo de fai­xa de areia. Além dis­so, ca­da ca­sal pa­ga R$ 1 mil pe­lo even­to, que de­ve ter, no má­xi­mo, 80 pes­so­as. Em al­guns fins de se­ma­na, há dois ca­sa­men­tos por dia nu­ma mes­ma praia.

Atu­al­men­te, a pre­fei­tu­ra do Gu­a­ru­já es­tá con­du­zin­do um es­tu­do de im­pac­to na or­la, uma vez que cos­tu­mam ter mui­tas so­li­ci­ta­ções para even­tos na fai­xa de areia. Shows, con­tu­do, são proi­bi­dos de­vi­do a uma de­ter­mi­na­ção do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral.

“Mas uma apre­sen­ta­ção de uma or­ques­tra sinfô­ni­ca, por exem­plo, po­de­ria. Te­mos de­cre­tos que fa­lam de có­di­go de pos­tu­ra para ter um nor­te para nos­sa praia. Te­mos que di­zer: ‘a praia é nos­sa, mas a or­dem pre­ci­sa ser cum­pri­da para man­ter a har­mo­nia en­tre tu­ristas, ba­nhis­tas e ges­tão pú­bli­ca”, ex­pli­ca a se­cre­tá­ria.

Es­ta se­ma­na, a pre­fei­tu­ra di­vul­gou uma con­vo­ca­ção para in­te­res­sa­dos em apre­sen­tar um es­tu­do de vi­a­bi­li­da­de econô­mi­ca e es­tru­tu­ral da or­la. “Qu­e­re­mos que mos­trem o di­ag­nós­ti­co das prai­as para atu­ar me­lhor”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.