TE­SOU­RO DI­RE­TO

Correio da Bahia - - Esporte -

Thi­a­go Ni­gro, con­sul­tor de in­ves­ti­men­tos e edu­ca­dor fi­nan­cei­ro do Ca­nal O Pri­mo Ri­co O rit­mo do Te­sou­ro Di­re­to de­ve con­ti­nu­ar o mes­mo, com pos­sí­veis que­das de ren­ta­bi­li­da­de ca­so re­al­men­te acon­te­ça mais re­du­ções na ta­xa Se­lic. O Te­sou­ro con­ti­nua sen­do uma op­ção ao in­ves­ti­dor, prin­ci­pal­men­te por­que ain­da é um ativo do qual tem um de­sem­pe­nho me­lhor do que à pou­pan­ça. O Te­sou­ro Se­lic é o mais su­ge­ri­do pa­ra cons­ti­tuir um fun­do de emer­gên­cia, en­quan­to que pa­ra apo­sen­ta­do­ria o mais su­ge­ri­do aca­ba sen­do o Te­sou­ro IPCA. O meu con­se­lho é: fo­que me­nos em ren­ta­bi­li­da­de e mais em ob­je­ti­vos. É fun­da­men­tal olhar pa­ra a com­pa­ti­bi­li­da­de do in­ves­ti­men­to com a sua ne­ces­si­da­de.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.