FUN­DOS MUL­TI­MER­CA­DOS

Correio da Bahia - - Mais -

An­ge­lo Gu­er­rei­ro, eco­no­mis­ta e edu­ca­dor fi­nan­cei­ro Te­nho de­fen­di­do que es­te é o mo­men­to dos fun­dos mul­ti­mer­ca­dos por al­gu­mas ra­zões: 1) Com Se­lic a 6,5% os in­ves­ti­do­res e ges­to­res pre­ci­sa­rão cor­rer mais ris­cos; 2) Nos úl­ti­mos anos, em fun­ção da cri­se, mui­tos fu­gi­ram de ati­vos de ris­co, ge­ran­do ago­ra mar­gem de cres­ci­men­to. Pa­ra quem nun­ca in­ves­tiu em mul­ti­mer­ca­dos su­gi­ro co­me­çar com 20% da car­tei­ra. Os me­lho­res es­tão sen­do dis­tri­buí­dos em pla­ta­for­mas di­gi­tais, a exem­plo da Ora­ma, XP, BTG Di­gi­tal, Mo­dal Mais, Gui­de. Gra­ças a es­tas pla­ta­for­mas fun­dos de ges­to­ras até en­tão res­tri­tos a cli­en­tes dos Pri­va­te Banks dos grandes ban­cos es­tão aces­sí­veis ao in­ves­ti­dor do va­re­jo, in­clu­si­ve com ex­ce­len­tes fun­dos de pre­vi­dên­cia pri­va­da.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.