Em­pre­en­de­do­res pre­ci­sam pen­sar co­mo as no­vas ge­ra­ções

Correio da Bahia - - Mais -

O jo­vem Eduardo En­do odi­a­va pedir piz­za, não pe­la piz­za, mas pe­la for­ma de pedir. “Es­sa coi­sa de fa­zer uma li­ga­ção, per­gun­tar os sa­bo­res, ou­vir o aten­den­te, pen­sar bas­tan­te e, fi­nal­men­te, fa­zer o pe­di­do, era mui­to cha­to e de­mo­ra­do”, diz. Ho­je, pe­los apli­ca­ti­vos, es­se pro­ces­so se re­su­me a al­guns to­ques com as pon­tas dos de­dos. “Mui­to mais fá­cil”.

Ain­da bem pa­ra Eduardo, as piz­za­ri­as se adap­ta­ram ao seu rit­mo. Não por aca­so, pas­sou qua­se du­as ho­ras de on­tem dan­do exem­plos co­mo o da piz­za pa­ra con­ven­cer uma pla­teia de cer­ca de 200 pes­so­as so­bre a ne­ces­si­da­de de em­pre­sas e tec­no­lo­gi­as se adap­ta­rem às no­vas ge­ra­ções de con­su­mi­do­res. E vi­ce-ver­sa. Mes­tre em in­te­li­gên­cia ar­ti­fi­ci­al, Eduardo En­do re­a­li­zou a ofi­ci­na O Mun­do Mu­dou! E Vo­cê? den­tro do Se­mi­ná­rio Hu­ma­ni­ze[se], do Fórum Agen­da Bahia 2018.

En­do mos­trou que se adap­tar às no­vas tec­no­lo­gi­as é, na ver­da­de, hu­ma­ni­zar-se. “O mun­do es­tá mu­dan­do por­que as pes­so­as es­tão

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.