Po­de ser ain­da me­lhor

Correio da Bahia - - Esporte - Bru­no Qu­ei­roz

Ca­sa cheia, fes­ta bo­ni­ta, jo­go movimentado, mas fal­tou o gol. Bahia e Cru­zei­ro fi­ze­ram um bom du­e­lo, em que as du­as equi­pes ti­ve­ram opor­tu­ni­da­des de mar­car, mas pe­ca­ram nas fi­na­li­za­ções. No fi­nal, o 0x0 ga­ran­tiu ao tri­co­lor a sua me­lhor po­si­ção na era dos pon­tos cor­ri­dos, o 11º lu­gar. Po­rém, a equi­pe de En­der­son Mo­rei­ra não con­se­guiu igua­lar os 50 pon­tos da cam­pa­nha do ano pas­sa­do, quan­do o ti­me ter­mi­nou na 12ª po­si­ção sob o co­man­do de Pau­lo Cé­zar Car­pe­gi­a­ni.

Nem mes­mo a chu­va que caiu du­ran­te to­do o pri­mei­ro tem­po es­fri­ou os jo­ga­do­res. Bahia e Cru­zei­ro fi­ze­ram 45 mi­nu­tos de um jo­go mui­to fran­co e in­ten­so. O ti­me mi­nei­ro uti­li­za­va a ve­lo­ci­da­de do trio de ata­que for­ma­do por Ra­ni­el, Da­vid e Sas­sá, en­quan­to o tri­co­lor de­mo­ra­va um pou­co a se en­con­trar.

Quan­do ‘des­per­tou’, o Bahia te­ve boa chan­ce com Gil­ber­to, que se an­te­ci­pou ao za­guei­ro após bom cru­za­men­to de El­ton, mas man­dou pa­ra fo­ra. Ra­ni­el deu res­pos­ta ime­di­a­ta, em bom chu­te trai­ço­ei­ro, de lon­ge, que An­der­son es­pal­mou com di­fi­cul­da­de por con­ta da bo­la mo­lha­da. Após boa ta­be­la, Sas­sá ar­ris­cou um chu­te cru­za­do e acer­tou a tra­ve.

O tri­co­lor te­ve ou­tra boa opor­tu­ni­da­de em es­can­teio co­bra por Ra­mi­res. Lu­cas Fon­se­ca fi­cou com a bo­la e cru­zou pa­ra Nil­ton, que do­mi­nou den­tro da área e chu­tou mas­ca­do, as­sus­tan­do Ra­fa­el. A me­lhor chan­ce, no en­tan­to, acon­te­ceu um mi­nu­to de­pois. Léo cru­zou na me­di­da pa­ra Edi­gar Ju­nio er­rar o ca­be­ceio mes­mo com o gol va­zio, pois o go­lei­ro já ha­via pas­sa­do da bo­la.

Ho­me­na­ge­a­do an­tes da par­ti­da com um pla­ca en­tre­gue por An­der­son Ta­lis­ca, pe­los 128 jo­gos que com­ple­ta­ra pe­lo clu­be, Zé Ra­fa­el se mos­tra­va bas­tan­te li­ga­do. Co­mo de cos­tu­me, dis­pu­ta­va

An­der­son, Flá­vio, Dou­glas Grol­li, Lu­cas Fon­se­ca e Léo; Nil­ton e El­ton; Edi­gar Ju­nio (Clay­ton), Ra­mi­res (Luiz Hen­ri­que) e Zé Ra­fa­el (Vi­ní­cius); Gil­ber­to

Téc­ni­co En­der­son Mo­rei­ra

Ra­fa­el, Eze­qui­el, Ma­no­el, Ca­cá e Pa­trick Brey; Lu­cas Ro­me­ro, Lu­cas Sil­va e Eder­son; Da­vid, Ra­ni­el e Sas­sá (Laér­cio) Téc­ni­co Sid­nei Lobo

Pi­tu­a­çu

Car­tão ama­re­lo Flá­vio, Dou­glas Grol­li, El­ton e Luiz Hen­ri­que Pú­bli­co 27.776

Ren­da R$ 338.691,00

Ár­bi­tro Bru­no Ar­leu de Araújo (RJ), au­xi­li­a­do por Luiz Clau­dio Re­ga­zo­ne (RJ) e Thi­a­go Hen­ri­que Ne­to Cor­rea (RJ) ca­da lan­ce e ar­ran­ca­va aplau­sos da ar­qui­ban­ca­da di­an­te de ta­ma­nha de­di­ca­ção. Tu­do por uma despedida hon­ro­sa.

Em uma de su­as jo­ga­das ca­rac­te­rís­ti­cas, ele re­ce­beu na es­quer­da, pu­xou pa­ra o meio e dei­xou de cal­ca­nhar pa­ra Léo Pe­lé ten­tar o chu­te cru­za­do e er­rar o al­vo.

As equi­pes vol­ta­ram sem mo­di­fi­ca­ções pa­ra o se­gun­do tem­po e em rit­mo um pou­co mais len­to ape­sar do sol ter finalmente apa­re­ci­do em Pi­tu­a­çu. O lan­ce mais pe­ri­go­so dos 15 pri­mei­ros mi­nu­tos foi um chu­te de Nil­ton, que pas­sou per­to do gol de Ra­fa­el. Em jo­ga­da bem tra­ba­lha­da, Zé Ra­fa­el en­con­trou Gil­ber­to li­vre, com gran­de pas­se, mas o ca­mi­sa 9 não con­se­guiu do­mi­nar a bo­la.

Aos 18 mi­nu­tos, En­der­son pre­pa­rou as en­tra­das de Clay­ton e Vi­ni­cius. Um dos es­co­lhi­dos pa­ra sair foi Zé Ra­fa­el, que dei­xou o cam­po re­ve­ren­ci­a­do e tam­bém re­ve­ren­ci­an­do a tor­ci­da, que o aplau­diu bas­tan­te e gri­tou seu no­me in­ten­sa­men­te. Edi­gar Ju­nio foi o ou­tro subs­ti­tuí­do.

Pou­co de­pois, aos 26 mi­nu­tos, Luiz Hen­ri­que fez sua es­treia pe­lo Bahia ao en­trar no lu­gar de Ra­mi­res. Mas foi o Cru­zei­ro que vol­tou a in­co­mo­dar. Sas­sá re­ce­beu lan­ça­men­to, in­va­diu a área e, ao de­mo­rar de­mais de fi­na­li­zar, foi tra­va­do por Lu­cas Fon­se­ca quan­do ten­ta­va en­co­brir An­der­son.

Mais in­tei­ro, o ti­me mi­nei­ro ten­tou no­va­men­te em bom chu­te de Da­vid, mas a bo­la des­vi­ou em Nil­ton e saiu pe­la li­nha de fun­do. An­tes, o mes­mo Da­vid ha­via le­va­do pe­ri­go em ca­be­ça­da após co­bran­ça de es­can­teio.

O tri­co­lor res­pon­deu em boa ta­be­la en­tre Clay­ton e Léo. Mas após o cru­za­men­to ras­tei­ro do la­te­ral, a za­ga do Cru­zei­ro afas­tou. Em uma das úl­ti­mas ten­ta­ti­vas, Vi­ni­cius ar­ris­cou de lon­ge, e man­dou pa­ra fo­ra. Clay­ton tam­bém ten­tou o chu­te de fo­ra da área, mas não con­se­guiu acer­tar o al­vo. Ape­sar do gol não ter saí­do, a tor­ci­da re­co­nhe­ceu a boa tem­po­ra­da e aplau­diu o ti­me ao fi­nal do jo­go.

A saudade do clu­be do co­ra­ção vai du­rar pou­co mais de um mês, pe­lo me­nos até dia 16 de ja­nei­ro, da­ta pre­vis­ta pa­ra a pri­mei­ra par­ti­da da tem­po­ra­da 2019, di­an­te do CRB, pe­la Co­pa do Nor­des­te.

Zé Ra­fa­el, se des­pe­din­do do Bahia, pas­sa por mar­ca­ção dos jo­ga­do­res do Cru­zei­ro

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.