Sai­ba co­mo usar a sua re­de de con­ta­tos

Empresario Digital - - Networking -

Vo­cê sa­bia que já es­tá co­nec­ta­do aos seus fu­tu­ros só­ci­os, par­cei­ros, cli­en­tes e con­tra­tos? Su­as re­des so­ci­ais já pos­su­em vá­ri­as in­for­ma­ções e con­ta­tos que te per­mi­tem ali­men­tar bons re­la­ci­o­na­men­tos tan­to pes­so­ais, quan­to pro­fis­si­o­nais. E, mui­tas ve­zes não da­mos a de­vi­da im­por­tân­cia pa­ra es­tas re­des que fo­ram cri­a­das, se­ja de­pois de um en­con­tro ou de­pois de um even­to que vo­cê te­nha par­ti­ci­pa­do. Mas ali es­tá sua ver­da­dei­ra mi­na de ou­ro!

O im­por­tan­te é cri­ar uma re­de de con­fi­an­ça em que as pes­so­as que es­te­jam co­nec­ta­das a vo­cê te­nham os mes­mos pro­pó­si­tos ou a mes­ma von­ta­de de cres­cer, de ex­pan­dir e de al­can­çar al­go mai­or tan­to pa­ra elas com pa­ra fins pro­fis­si­o­nais… e, jun­tos!

Uma re­de de re­la­ci­o­na­men­tos pode

fun­ci­o­nar co­mo uma re­de de pes­ca, on­de to­dos os nós, to­das as co­ne­xões são mui­to im­por­tan­tes. Se, por al­gum mo­ti­vo, um nó se des­faz o fun­ci­o­na­men­to da re­de e a sua ati­vi­da­de fim, que nes­te ca­so é a pes­ca, fi­cam pre­ju­di­ca­dos. Tal­vez, ali na­que­le pon­to, os pei­xes co­me­cem a es­ca­par. Ana­lo­ga­men­te, qu­an­do fa­la­mos de uma re­de de re­la­ci­o­na­men­to que se des­co­nec­ta, que se tor­na vul­ne­rá­vel, nos­sos cli­en­tes co­me­çam a es­ca­par e se dis­tan­ci­ar. Cla­ro que mu­dan­ças po­dem acon­te­cer ao lon­go do ca­mi­nho, mas é im­por­tan­te que na sua re­de es­sas co­ne­xões se­jam di­fí­ceis de se­rem rom­pi­das pa­ra que as pes­so­as es­te­jam jun­tas ou que­ren­do al­go em co­mum, tan­to pa­ra elas quan­to pa­ra vo­cê.

To­dos nós te­mos uma re­de, que pode ser de ami­gos que se tor­nam par­cei­ros de tra­ba­lho, de par­cei­ros que se tor­nam cli­en­tes. Es­ta re­de pode ser tra­ba­lha­da pa­ra que vo­cê não vá mui­to lon­ge pa­ra en­con­trar as pes­so­as cer­tas.

É im­por­tan­te que as pes­so­as en­ten­dam que networ­king não é só uma tro­ca de car­tões pa­ra ofe­re­cer ser­vi­ços. Lon­ge dis­so! Networ­king é vo­cê en­ten­der o que tem de me­lhor e o que a ou­tra pes­soa tem de me­lhor pa­ra que jun­tos sai­bam co­mo po­dem se aju­dar e, a par­tir daí, cri­ar uma par­ce­ria de tra­ba­lho ou uma ofer­ta de ser­vi­ços ou al­go no­vo que pos­sa agre­gar a to­dos os que es­tão se co­nec­tan­do nes­te networ­king. Tan­to vo­cê quan­to a ou­tra pes­soa têm al­go a agre­gar, por is­so, ou­vir sua re­de é mui­to im­por­tan­te.

Networ­king tem que ser uma tro­ca ver­da­dei­ra e sua re­de tem que ser for­te pa­ra que vo­cê pos­sa con­fi­ar ne­la e ela em vo­cê!

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.