Pa­ra que ser­ve o vo­to?

Folha de Londrina - - Opinião -

Pa­ra a jus­ti­fi­ca­ti­va do não vo­to no atu­al sis­te­ma de go­ver­no do País, po­de­ri­am ser in­vo­ca­das inú­me­ras ra­zões. Pri­sões su­per­lo­ta­das, sem a mí­ni­ma con­di­ção hu­ma­na, nas quais só per­ma­ne­cem os po­bres. Li­ber­da­des cons­tan­tes e su­ces­si­vas dos cha­ma­dos co­la­ri­nhos bran­cos en­gra­va­ta­dos, que de mo­do in­ces­san­te sur­ru­pi­am mi­lhões dos co­fres pú­bli­cos e se de­lei­tam na im­pu­ni­da­de. A ca­la­mi­to­sa si­tu­a­ção econô­mi­ca bra­si­lei­ra, que man­tém as­tronô­mi­cos pri­vi­lé­gi­os em be­ne­fí­cio de pou­cos (in­clu­si­ve au­to­ri­da­des), en­quan­to o res­to da po­pu­la­ção so­bre­vi­ve com o mí­ni­mo bá­si­co ne­ces­sá­rio. Tan­tas são as pos­si­bi­li­da­des que ou­sa­rei agir em to­tal des­pre­zo às re­gras vi­gen­tes: não vou in­di­car ne­nhum des­ses mo­ti­vos, sim­ples­men­te dei­xa­rei de vo­tar.

AN­TO­NIO FRAN­CIS­CO DA SIL­VA (ad­vo­ga­do) – Ibi­po­rã

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.