En­ti­da­des fa­zem ape­lo pa­ra ‘sal­var’ o co­mér­cio

Folha de Londrina - - Economia & Negócios - Ja­mil Cha­de, cor­res­pon­den­te Agência Es­ta­do

Ge­ne­bra - O Fun­do Mo­ne­tá­rio In­ter­na­ci­o­nal, o Ban­co Mun­di­al e a OMC (Or­ga­ni­za­ção Mun­di­al do Co­mér­cio) se uni­ram pa­ra fa­zer um ape­lo iné­di­to por uma re­for­ma das re­gras in­ter­na­ci­o­nais do co­mér­cio. O ob­je­ti­vo é ten­tar pre­ser­var o sis­te­ma di­an­te da pi­or cri­se di­plo­má­ti­ca da his­tó­ria do mul­ti­la­te­ra­lis­mo co­mer­ci­al e man­ter a re­le­vân­cia das de­ci­sões no âm­bi­to da OMC.

Nas úl­ti­mas se­ma­nas, EUA e Chi­na anun­ci­a­ram me­di­das pro­te­ci­o­nis­tas, cau­san­do ten­sões nos mer­ca­dos e obri­gan­do a OMC a re­ver pa­ra bai­xo a ex­pan­são do co­mér­cio pa­ra 2018 e 2019. Du­ran­te a As­sem­bleia Ge­ral da ONU, na se­ma­na pas­sa­da, o pre­si­den­te ame­ri­ca­no Do­nald Trump dei­xou cla­ra sua crí­ti­ca ao sis­te­ma de re­gras do co­mér­cio e à OMC.

Pi­la­res do sis­te­ma cri­a­do de­pois da Se­gun­da Guer­ra Mun­di­al, o FMI e o Ban­co Mun­di­al se uni­ram à OMC pa­ra lan­çar um aler­ta so­bre a ne­ces­si­da­de de que o sis­te­ma se­ja re­for­ma­do de for­ma “ur­gen­te”. “A úl­ti­ma gran­de re­for­ma do sis­te­ma - a Ro­da­da Uru­guai - foi con­cluí­da qua­se há qua­se um quar­to de sé­cu­lo e li­da­va com a agen­da dos anos 1980”, dis­se­ram. As en­ti­da­des di­zem que o sis­te­ma foi sen­do adap­ta­do des­de sua cri­a­ção, nos anos 1940. “O ce­ná­rio de rá­pi­das mu­dan­ças no co­mér­cio exi­gem uma no­va trans­for­ma­ção da ad­mi­nis­tra­ção do co­mér­cio glo­bal.”

En­tre os pon­tos enu­me­ra­dos pe­las ins­ti­tui­ções es­tão os sub­sí­di­os que es­ta­ri­am pre­ju­di­can­do as tro­cas co­mer­ci­ais. FMI, Ban­co Mun­di­al e OMC fa­zem eco às crí­ti­cas dos ame­ri­ca­nos quanto à ne­ces­si­da­de de se re­gu­lar o apoio que o Es­ta­do chi­nês dá à sua pro­du­ção e ex­por­ta­ção, com bilhões em sub­sí­di­os.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.