O que é o ho­mem?

Folha de Londrina - - Opinião -

Se­rá o ho­mem um sim­ples ser ma­te­ri­al? Ou se­rá uma exis­tên­cia in­des­tru­tí­vel e imor­tal? Co­mo de­ve ser ou pen­sar do ho­mem na atu­a­li­da­de? on­de a vi­da mos­tra que de­ve cor­rer atrás das coi­sas ma­te­ri­ais, on­de o tem­po e o es­pa­ço é sem­pre me­nor do que a ne­ces­si­da­de. Por­que o ho­mem se en­tre­ga tão fa­cil­men­te ao poder, e se per­de igual­men­te di­an­te das ofer­tas ma­te­ri­ais, se­rá o ho­mem re­al­men­te do­no do seu des­ti­no ou me­ra­men­te uma pe­ça fa­zen­do par­te des­sa má­qui­na fre­né­ti­ca de al­ta ve­lo­ci­da­de que é o pro­je­to do vi­ver. Se­rá que o ho­mem que se de­di­ca a es­se pe­que­no tem­po que tem de vi­da ma­te­ri­al, faz is­so com cer­te­za do que es­tá fa­zen­do? É ne­ces­sá­rio que o ho­mem se per­ce­ba co­mo uma pe­ça im­por­tan­te des­se mun­do que vi­ve, não de­ven­do pas­sar em bran­co nes­sa opor­tu­ni­da­de que tem que vi­ver. Pois ca­da um de nós fa­ze­mos par­te des­se pro­je­to di­vi­no, so­mos sim pe­ças in­di­vi­du­ais, mas que for­mam o to­do des­sa má­qui­na cha­ma­da vi­da. A ilu­são é ape­nas aces­só­rio que en­co­bre os va­lo­res mo­rais e eter­nos da re­a­li­da­de, pen­sem nis­so.

(co­mer­ci­an­te) - Lon­dri­na

SEBASTIÃO CALMEZINI

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.