Dez ca­mi­nhos pa­ra se apos­tar em 2019

Folha de Londrina - - Empregos & Concursos -

Gas­tro­no­mia: O se­tor de­pen­de da cri­a­ti­vi­da­de pa­ra ofe­re­cer ser­vi­ços di­fe­ren­ci­a­dos e qua­li­da­de. En­tre as áre­as em al­ta, es­tão as cer­ve­ja­ri­as ar­te­sa­nais, os res­tau­ran­tes de co­zi­nha sau­dá­vel e os ser­vi­ços de per­so­nal chef. O ra­mo ain­da apon­ta uma for­te ten­dên­cia no con­su­mo de ali­men­tos crus.

De­sign de So­lu­ções: Com o enor­me grau de es­pe­ci­a­li­za­ção da eco­no­mia, o pro­fis­si­o­nal é de­sa­fi­a­do a pen­sar em so­lu­ções que fa­ci­li­tem o dia a dia dos seus cli­en­tes. A ideia é cri­ar pro­du­tos que pro­mo­vam o bem-es­tar e aju­dem a me­lho­rar a pro­du­ti­vi­da­de.

Con­sul­to­ria de Ima­gem: A am­pla ex­po­si­ção cau­sa­da pe­lo au­men­to de in­te­res­se nas re­des so­ci­ais é um dos mo­ti­vos que im­pul­si­o­nam o se­tor que for­ma es­pe­ci­a­lis­tas ca­pa­zes de cui­dar da ima­gem pes­so­al de for­ma am­pla, que vai da es­co­lha da rou­pa até o que vai ser di­to em pú­bli­co.

Au­di­o­vi­su­al: O trá­fe­go de in­for­ma­ções na in­ter­net, que já é mas­si­vo, con­ti­nua a cres­cer de for­ma avas­sa­la­do­ra. A pro­du­ção de ví­de­os é par­te fun­da­men­tal do mer­ca­do e uma sé­rie de es­pe­ci­a­lis­tas es­tão en­vol­vi­dos no ra­mo, co­mo edi­to­res, téc­ni­cos de efei­tos e ma­ni­pu­la­ção di­gi­tal, por exem­plo.

Ges­tão Fi­nan­cei­ra: Em meio à g ra­ve cri­se fi­nan­cei­ra a qual o País en­fren­ta, o de­sa­fio das em­pre­sas é fe­char seus re­sul­ta­dos com lu­cro. O pro­fis­si­o­nal que ti­ver vi­são de oti­mi­za­ção de cus­tos e ori­en­ta­ção pa­ra re­sul­ta­dos se­rá dis­pu­ta­do no mer­ca­do.

Ges­tão de Pes­so­as: Ape­sar do cres­ci­men­to do am­bi­en­te do mun­do di­gi­tal, as em­pre­sas ain­da têm as pes­so­as co­mo en­gre­na­gem prin­ci­pal. Os ges­to­res têm pa­pel fun­da­men­tal de mon­tar equi­pes com sen­ti­men­to de per­ten­ci­men­to e de or­gu­lho, ten­do co­mo fo­co o me­lhor aten­di­men­to aos cli­en­tes.

Es­pe­ci­a­lis­ta em fa­ci­li­ti­es: As em­pre­sas bus­cam re­du­zir dras­ti­ca­men­te os gas­tos e oti­mi­zar pro­ces­sos de in­fra­es­tru­tu­ra e é nes­se pon­to que o pro­fis­si­o­nal atua. Al­gu­mas das áre­as mais co­muns são de ser­vi­ços co­mo de lim­pe­za, re­cep­ção e se­gu­ran­ça e a ges­tão efi­ci­en­te de­las é fun­da­men­tal.

En­ge­nhei­ro am­bi­en­tal e sa­ni­tá­rio: No co­ti­di­a­no de tra­ba­lho, o en­ge­nhei­ro am­bi­en­tal es­tu­da co­mo a ati­vi­da­de econô­mi­ca po­de ge­rar im­pac­to à na­tu­re­za. Ele po­de atu­ar em pro­je­tos de con­tro­le de po­lui­ção, ges­tão de sa­ne­a­men­to e ge­ren­ci­a­men­to de pro­ble­mas am­bi­en­tais.

Bi­o­tec­no­lo­gis­ta: En­tre as prin­ci­pais ca­pa­ci­da­des dos pro­fis­si­o­nais, es­tá o tra­ba­lho e de­sen­vol­vi­men­to de or­ga­nis­mos ge­ne­ti­ca­men­te mo­di­fi­ca­dos e sua uti­li­za­ção pa­ra fins pro­du­ti­vos. São ca­pa­zes de pro­mo­ver o me­lho­ra­men­to da pro­du­ção agrí­co­la com o con­tro­le de qua­li­da­de e de­sen­vol­vi­men­to de re­mé­di­os.

Agro­e­có­lo­go: O pro­fis­si­o­nal com­bi­na co­nhe­ci­men­tos de sus­ten­ta­bi­li­da­de com agroin­dús­tria. O tra­ba­lho bá­si­co con­sis­te no pla­ne­ja­men­to, mo­ni­to­ra­men­to e exe­cu­ção dos sis­te­mas agro­pe­cuá­ri­os, além de pro­mo­ver no­vos mei­os de de­sen­vol­vi­men­to sus­ten­tá­vel so­ci­al, am­bi­en­tal e cul­tu­ral. (P.M.)

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.