Pe­le é uma gran­de ‘ca­pa de pro­te­ção’

Folha de Londrina - - Saúde - Re­por­ta­gem Lo­cal Fon­te: So­ci­e­da­de Bra­si­lei­ra de Der­ma­to­lo­gia (http:// www.sbd.org.br)

A pe­le re­ves­te to­do o nos­so cor­po pro­te­gen­do con­tra as agres­sões ex­ter­nas. É uma gran­de “ca­pa de pro­te­ção” con­tra fun­gos, bac­té­ri­as, pro­du­tos quí­mi­cos, fí­si­cos e mes­mo fa­to­res am­bi­en­tais, co­mo o sol. Es­ta bar­rei­ra de pro­te­ção vem das cé­lu­las da epi­der­me e der­me, se­cre­ção de se­bo e su­or, for­man­do uma ca­pa es­pe­ci­al, co­mo um man­to pro­te­tor. Mas, mes­mo com to­da es­ta pro­te­ção, a pe­le é per­meá­vel e ab­sor­ve subs­tân­ci­as, tan­to que mui­tas ve­zes usa­mos re­mé­dio de apli­car na pe­le com ação in­ter­na. As­sim, cui­da­do com o que se usa ne­la.

Sai­ba mais so­bre os ti­pos de pe­le: NOR­MAL

A pe­le nor­mal tem tex­tu­ra sau­dá­vel e ave­lu­da­da, pro­du­zin­do gor­du­ra em quan­ti­da­de ade­qua­da, sem ex­ces­so de bri­lho ou res­se­ca­men­to. Ge­ral­men­te, a pe­le nor­mal apre­sen­ta po­ros pequenos e pou­co vi­sí­veis.

SECA

A per­da de água em ex­ces­so ca­rac­te­ri­za a pe­le seca, que nor­mal­men­te tem po­ros pou­cos vi­sí­veis, pou­ca lu­mi­no­si­da­de e é mais pro­pen­sa à des­ca­ma­ção e ver­me­lhi­dão. Tam­bém po­de apre­sen­tar mai­or ten­dên­cia ao apa­re­ci­men­to de pe­que­nas li­nhas e fis­su­ras. A pe­le seca po­de ser cau­sa­da por fa­to­res ge­né­ti­cos ou hor­mo­nais, co­mo me­no­pau­sa e pro­ble­mas na ti­re­oi­de, e tam­bém por con­di­ções am­bi­en­tais, co­mo o tem­po frio e se­co, o ven­to e a ra­di­a­ção ul­tra­vi­o­le­ta. Ba­nhos de­mo­ra­dos e com água quen­te po­dem pro­vo­car ou con­tri­buir pa­ra o res­se­ca­men­to da pe­le.

OLEOSA

Tem as­pec­to mais bri­lhan­te e es­pes­so, por cau­sa da pro­du­ção de se­bo mai­or do que o nor­mal. Além da he­ran­ça ge­né­ti­ca, con­tri­bu­em pa­ra a ole­o­si­da­de da pe­le os fa­to­res hor­mo­nais, o ex­ces­so de sol, o es­tres­se e uma di­e­ta ri­ca em ali­men­tos com al­to te­or de gor­du­ra. A pe­le oleosa apre­sen­ta po­ros di­la­ta­dos e mai­or ten­dên­cia à for­ma­ção de ac­ne, de cra­vos e de es­pi­nhas.

MIS­TA

É o ti­po de pe­le mais fre­quen­te. Apre­sen­ta as­pec­to ole­o­so e po­ros di­la­ta­dos na “zo­na T” (tes­ta, na­riz e quei­xo), po­den­do apre­sen­tar ac­ne nes­ta re­gião e se­co nas bo­che­chas e ex­tre­mi­da­des.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.