Con­têi­ne­res re­cor­ta­dos e em­pi­lha­dos se trans­for­mam em ca­sa sus­ten­tá­vel

Mo­de­lo de cons­tru­ção exi­ge me­nos ma­te­ri­al e tem­po de obra, mas re­quer ma­nu­ten­ção aten­ta

Folha de S.Paulo - - Mercado - Renan Mar­ra e Ca­ro­li­na Mu­niz Di­vul­ga­ção Fo­tos Lu­cio Ce­sar/Di­vul­ga­ção

Mo­rar em um con­têi­ner não sig­ni­fi­ca vi­ver em um es­pa­ço aper­ta­do ou ter de li­dar com o ca­lor. As cai­xas de me­tal são uma al­ter­na­ti­va ca­da vez mais em uso pa­ra quem pro­cu­ra uma mo­ra­dia sus­ten­tá­vel e mais ba­ra­ta do que a de al­ve­na­ria.

Os con­têi­ne­res uti­li­za­dos nes­ses imó­veis cos­tu­mam ter 3, 6 ou 12 me­tros de com­pri­men­to e cer­ca de 2,5 me­tros de lar­gu­ra. As cai­xas po­dem ser uni­das co­mo blo­cos de mon­tar, for­man­do es­tru­tu­ras di­ver­sas em que fun­ci­o­nam des­de pe­que­nos es­cri­tó­ri­os a apar­ta­men­tos de lu­xo.

A ins­ta­la­ção de uma ca­sa­con­têi­ner não re­quer fun­da­ção, por is­so é mais sim­ples e exi­ge me­nos ma­te­ri­al do que uma obra tra­di­ci­o­nal. Um con­têi­ner in na­tu­ra, sem os tra­ta­men­tos ne­ces­sá­ri­os pa­ra ser usa­do co­mo imó­vel, cus­ta de R$ 15 mil a R$ 17 mil, se­gun­do a es­pe­ci­a­lis­ta em ar­qui­te­tu­ra sus­ten­tá­vel Fa­bío­la Cos­ta e Sil­va, que de­se­nha pro­je­tos com o ma­te­ri­al.

De­pen­den­do do pro­je­to in­ter­no, a eco­no­mia po­de che­gar a até 50% do va­lor de uma ca­sa si­mi­lar de al­ve­na­ria. Já a cons­tru­ção po­de fi­car pron­ta em ape­nas um mês, se­gun­do a ar­qui­te­ta. “E sem pro­du­zir li­xo ne­nhum. Se vo­cê faz al­gum cor­te no con­têi­ner, po­de apro­vei­tar o ma­te­ri­al pa­ra fa­zer o ter­ra­ço ou a por­ta.”

A ar­qui­te­ta par­ti­ci­pou no mês pas­sa­do da fei­ra Ex­po Con­tai­ner City, que dis­cu­tiu em São Pau­lo te­mas co­mo con­for­to tér­mi­co, se­gu­ran­ça e le­ga­li­za­ção des­sas es­tru­tu­ras.

Pro­je­tos re­si­den­ci­ais ou co­mer­ci­ais adap­tam dois ti­pos de con­têi­ne­res: o ma­rí­ti­mo e o mo­du­lar. O pri­mei­ro, usa­do pa­ra ar­ma­ze­na­men­to e trans­por­te de mer­ca­do­ri­as, é mais re­sis­ten­te, mas de­man­da um pre­pa­ro pré­vio que in­clui lim­pe­za, fu­ni­la­ria, pin­tu­ra, re­ves­ti­men­tos e aca­ba­men­tos.

O se­gun­do, com pa­re­des en­cai­xa­das, é mais fle­xí­vel e po­de ser fa­bri­ca­do em lar­ga es­ca­la na in­dús­tria.

O ar­qui­te­to Fe­li­pe Sa­vas­si, es­pe­ci­a­li­za­do nes­se mo­de­lo, diz que o prin­ci­pal re­ceio em usar con­têi­ne­res é o con­for­to tér­mi­co. Um pro­je­to mal exe­cu­ta­do po­de fa­zer com que a es­tru­tu­ra de me­tal fun­ci­o­ne co­mo um for­no.

Pa­ra que is­so não acon­te­ça, diz Sa­vas­si, a ori­en­ta­ção do con­têi­ner de­ve ser con­trá­ria ao sol po­en­te. Além dis­so, é pre­ci­so to­mar cui­da­do com pas­sa­gens de ar, já que vãos per­mi­tem mai­or in­ci­dên­cia dos rai­os so­la­res.

Pa­ra me­lhor du­ra­bi­li­da­de, a es­tru­tu­ra do con­têi­ner exi­ge ma­nu­ten­ção cons­tan­te, prin­ci­pal­men­te com a pin­tu­ra ex­ter­na, que de­ve ser re­pa­ra­da ao me­nor si­nal de ama­re­la­men­to ou pon­tos de cor­ro­são.

Foi no por­to do Ca­ju, no Rio de Ja­nei­ro, que a em­pre­sá­ria Car­lo­ta Carvalho, 44, bus­cou a ma­té­ria-pri­ma pa­ra cons­truir a sua ca­sa. Com­prou três con­têi­ne­res ma­rí­ti­mos por R$ 9.500 ca­da um.

A obra em No­va Fri­bur­go (RJ) du­rou cin­co me­ses. A do­cu­men­ta­ção é si mil arà de uma ca­sa de al­ve­na­ria, exi­ge apro­va­ção pré­via do pro­je­to na pre­fei­tu­ra.

Pa­ra unir os con­têi­ne­res e cri­ar os es­pa­ços, tam­bém foi uti­li­za­do ste­el fra­me —es­tru­tu­ras de aço gal­va­ni­za­do re­ves­ti­das por pla­cas. Is­so pos­si­bi­li­tou fa­zer cô­mo­dos mais am­plos e dar apa­rên­cia de al­ve­na­ria às cai­xas. A es­tru­tu­ra re­ce­beu im­per­me­a­bi­li­za­ção eman­tas tér­mi­cas, e as pa­re­des fo­ram for­ra­das de ges­so.

Não foi pre­ci­so con­tra­tar mão de obra es­pe­ci­a­li­za­da, afir­ma Car­lo­ta, que tra­ba­lha no ra­mo de cons­tru­ção. “O im­por­tan­te mes­mo éter um bom ser­ra­lhei­ro pa­ra fa­zer os cor­tes e as sol­das.”

A em­pre­sá­ria não quis re­ve­lar o cus­to da ca­sa de 274 m², mas diz que foi equi­va­len­te ao de uma cons­tru­ção de al­ve­na­ria, por con­ta dos ma­te­ri­ais uti­li­za­dos. Pa­ra ela, as van­ta­gens fo­ram a sus­ten­ta­bi­li­da­de e a ra­pi­dez da obra. “É um pro­du­to que se­ria des­car­ta­do eque já vem com pi­so, te­to e pa­re­des.”

Fa­cha­da (à esq.) e a va­ran­da e sa­la da ca­sa da em­pre­sá­ria Car­lo­ta Carvalho, cons­truí­da com três con­têi­ne­res em pro­je­to do ar­qui­te­to Fe­li­pe Sa­vas­si, em No­va Fri­bur­go, no Rio de Ja­nei­ro

Imó­vel de dois an­da­res cons­truí­do com con­têi­ne­res, exi­bi­do na Ex­po Con­tai­ner City, em São Pau­lo

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.