Gu­e­des de­fen­de ven­der lo­go ‘es­sa por­ra’ do BB

Mi­nis­tro afir­ma em reu­nião que ban­co es­tá pron­to pa­ra ser pri­va­ti­za­do; Bol­so­na­ro de­fen­de dei­xar pa­ra de­pois de 2022

Folha de S.Paulo - - Primeira Página -

Mi­nis­tro dis­se, na reu­nião de 22 de abril, que ban­co es­tá pron­to pa­ra ser pri­va­ti­za­do. Jair Bol­so­na­ro pe­diu que o te­ma fos­se de­ba­ti­do após 2022.

“BNDES e a Cai­xa, que são nos­sos, pú­bli­cos, a gen­te faz o que a gen­te quer. Ban­co do Bra­sil a gen­te não con­se­gue fa­zer na­da e tem um li­be­ral lá. En­tão tem que ven­der es­sa por­ra lo­go Pau­lo Gu­e­des mi­nis­tro da Eco­no­mia, em reu­nião mi­nis­te­ri­al em 22 de abril

brasília Em reu­nião mi­nis­te­ri­al, o mi­nis­tro Pau­lo Gu­e­des (Eco­no­mia) de­fen­deu que o go­ver­no pri­va­ti­ze o Ban­co do Bra­sil, ins­ti­tui­ção que jul­gou es­tar pron­ta pa­ra ser ven­di­da pa­ra a ini­ci­a­ti­va pri­va­da.

A de­fe­sa so­freu re­sis­tên­cia por par­te do pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro (sem par­ti­do), que de­fen­deu que só se fa­le em ven­da da ins­ti­tui­ção após 2023, ou se­ja, de­pois das pró­xi­mas elei­ções pre­si­den­ci­ais.

“É um ca­so pron­to, e a gen­te não tá dan­do es­se pas­so. Se­nhor já no­tou que o BNDES e a Cai­xa, que são nos­sos, pú­bli­cos, a gen­te faz o que a gen­te quer. Ban­co do Bra­sil a gen­te não con­se­gue fa­zer na­da e tem um li­be­ral lá. En­tão tem que ven­der es­sa por­ra lo­go”, afir­mou Gu­e­des em reu­nião mi­nis­te­ri­al do dia 22 de abril.

A fa­la cons­ta em ví­deo gra­va­do pe­lo Pa­lá­cio do Pla­nal­to e tor­na­do pú­bli­co nes­ta sex­ta-fei­ra (22).

O mi­nis­tro Cel­so de Mel­lo, do STF (Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral), de­ci­diu tor­nar pública a ín­te­gra do ví­deo da reu­nião mi­nis­te­ri­al ci­ta­da pe­lo ex-mi­nis­tro Ser­gio Mo­ro em de­poi­men­to à Po­lí­cia Fe­de­ral co­mo um in­dí­cio de que o pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro de­se­ja­va in­ter­fe­rir na au­to­no­mia da Po­lí­cia Fe­de­ral.

O as­sun­to so­bre a pri­va­ti­za­ção do ban­co ocor­reu ao fim da reu­nião. Bol­so­na­ro per­gun­tou a Ru­bem No­va­es, pre­si­den­te da ins­ti­tui­ção, se ele não te­ria na­da pa­ra fa­lar.

Gu­e­des to­mou a pa­la­vra e apro­vei­tou pa­ra de­fen­der a pri­va­ti­za­ção do BB.

“O Ban­co do Bra­sil não é ta­tu nem co­bra. O Ban­co do Bra­sil não é ta­tu nem co­bra. Por­que ele não é pri­va­do, nem pú­bli­co. En­tão, se for aper­tar o Ru­bem, coi­ta­do. Ele é su­per­li­be­ral, mas, se aper­tar ele e fa­lar: “Bo­ta o ju­ro baixo”, ele: “Não pos­so, se­não a tur­ma, os pri­va­dos, meus mi­no­ri­tá­ri­os, me aper­tam.”. Aí, se fa­lar as­sim: “Bo­ta o ju­ro al­to”, ele: “Não pos­so, por­que se­não o go­ver­no me aper­ta.”. O Ban­co do Bra­sil é um ca­so pron­to de pri­va­ti­za­ção”, de­fen­deu o mi­nis­tro.

Ao lon­go da con­ver­sa, No­va­es fa­la so­bre a im­por­tân­cia da ins­ti­tui­ção na agri­cul­ta, mas de­pois é es­ti­mu­la­do pe­lo che­fe da equi­pe econô­mi­ca a de­fen­der a pri­va­ti­za­ção do ban­co.

Gu­e­des pe­de que o pre­si­den­te do BB “con­fes­se seu so­nho” so­bre o te­ma.

Bol­so­na­ro, re­ti­cen­te à agen­da pri­va­tis­ta, in­ter­rom­pe e diz: “Faz as­sim: só em 2023 cê con­fes­sa, ago­ra não”, diz, in­si­nu­an­do que es­se as­sun­to só se­ja to­ca­do após as pró­xi­mas elei­ções pre­si­den­ci­ais, de 2022, nas quais o pre­si­den­te tem pre­ten­sões de se re­can­di­da­tar.

“Em re­la­ção [ri­sos] à pri­va­ti­za­ção, eu acho que fi­ca cla­ro que, com o BNDES cui­dan­do do de­sen­vol­vi­men­to e com a

Cai­xa cui­dan­do do fi­nan­ci­a­men­to da área so­ci­al, o Ban­co do Bra­sil es­ta­ria pron­to pa­ra um pro­gra­ma de pri­va­ti­za­ção, né?”, afir­ma No­va­es.

Bol­so­na­ro en­tão in­sis­te em que es­se te­ma se­ja tra­ta­do ape­nas após as elei­ções de 2022.

Gu­e­des tam­bém afir­mou que a Chi­na, país on­de o sur­to do no­vo co­ro­na­ví­rus te­ve iní­cio, de­ve­ria fi­nan­ci­ar um “Pla­no Marshall” pa­ra os que fo­ram atin­gi­dos pe­la do­en­ça.

“Pla­no Marshall, por exem­plo, os Es­ta­dos Uni­dos po­dem fa­zer um Pla­no Marshall pa­ra nos aju­dar. A Chi­na [tre­cho su­pri­mi­do] de­ve­ria fi­nan­ci­ar um Pla­no Marshall pa­ra aju­dar to­do mun­do que foi atin­gi­do”, afir­mou o mi­nis­tro.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.